Blog do Perrone

Ala no Santos defende saída de Ganso para contratar colegas de alto nível para Neymar

Perrone

Conselheiros do grupo político do presidente santista, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, estão divididos em relação a Ganso. Uma ala quer que a diretoria se esforce mais para segurar o meia. Teme, principalmente, ver o craque arrebentar no São Paulo.

Na outra ponta da corda, há uma corrente que acredita ser necessária a saída de Ganso. Essa turma levanta a bandeira de que o dinheiro arrecadado com a transferência do meia seria fundamental para contratar bons parceiros para Neymar.

 Defensores da liberação de Ganso dizem que só assim o time poderá trazer reforços de peso. Investindo bem o dinheiro novo, numa tacada só o Santos se livraria da dependência de Neymar e ajudaria o atacante a render mais com  colegas de alto nível, inclusive na defesa.

Também na direção do adeus de Ganso remam membros do Comitê Gestor, que não aguentam mais o jogador. Principalmente por causa do que chamam de falta de vontade em defender o Santos.

Entre os conselheiros que querem reforçar o time com o dinheiro gerado pela liberação de Paulo Henrique, há até quem torça para o presidente esquecer promessa feita ao Conselho Deliberativo. O dirigente prometeu exigir o valor integral da multa (cerca de R$ 53 milhões) e não apenas os 45% a que o clube tem direito (R$ 23,8 milhões).

Só para lembrar: caso embolse o valor integral, o Santos pode questionar na Justiça se precisa repassar a parte da sócia DIS. Alegaria que a multa não tem a ver com direitos econômicos.