Blog do Perrone

Iniciativa de sair foi de Felipão, apesar de Palmeiras pagar indenização

Perrone

A iniciativa de deixar o Palmeiras partiu de Felipão. Na reunião desta quinta, ele disse aos dirigentes que as condições de trabalho estavam tão difíceis que não poderia ficar até o clássico de domingo. E afirmou que seria melhor para o clube enfrentar o rival com outro técnico.

As palavras de Scolari não pegaram a cúpula palmeirense desprevenida. O presidente Arnaldo Tirone e Roberto Frizzo, vice-de-futebol, eram contra a ideia de mandar o técnico embora. Mas combinaram que se ele falasse em sair concordariam.

Dito e feito.  Não contestaram Felipão e logo depois divulgaram no site do clube a “demissão em comum acordo.” Apesar de Luiz Felipe sugerir a sua saída, a diretoria pagou uma indenização pela rescisão contratual, conforme mostra reportagem de Danilo Lavieri no UOL Esporte. Decisão que deve gerar mais trubulência no clube, pois se o técnico desejava sair não havia essa necessidade.

Ao dizer que não tinha mais condições de trabalho, Scolari reforçou o sentimento dos cartolas de que ele perdeu o controle sobre os atletas. Ponto para Leão, o favorito do presidente e que já estava na cabeça de Tirone antes mesmo de a saída de Felipão ser definida. O ex-são-paulino tem fama de linha dura.

Luiz Felipe Scolari

Luiz Felipe Scolari

[tagalbum id="14345"]