Blog do Perrone

Corinthians vai reagir aos reforços de peso do Palmeiras? Nāo, diz cartola

Perrone

Acompanhar o noticiário sobre a atual janela de transferências é uma tortura para os corintianos.

De um lado assistem ao Palmeiras anunciar nomes de peso e disputados por grandes clubes, como Guerra, Felipe Melo e Michel Bastos, além de tentar Pratto ou Borja para o ataque.

Enquanto isso, os alvinegros, incrédulos, sāo informados de que até agora o clube se reforçou com jogadores bem menos badalados, como Jô, que estava parado, Paulo Roberto, reserva no Sport, Luidy e Kazim.

No meio do caminho ainda há o Santos que busca um atacante medalhāo, tenta Robinho e já tentou Barcos e Luis Fabiano.

A Fiel, entāo pergunta: ''o Timāo nāo vai reagir e trazer jogadores com status semelhante ou superior aos do Palmeiras e de outros rivais?''.

''Nāo'', responde André Luiz Oliveira, presidente em exercício do Corinthians.

''Nāo vamos entrar na pilha dos rivais por reforços. O torcedor precisa entender que vamos ter um time um pouco diferente este ano. A prioridade é arrumar a casa (colocar as finanças em dia). Vamos continuar contratando com calma, como tem feito o Flávio Adauto (diretor de futebol)'', disse André.

Entāo, com uma equipe modesta, o Corinthians nāo vai brigar pelo título brasileiro, certo?.

Errado, segundo o dirigente. ''Vamos brigar pelo título brasileiro,mas as coisas serāo feitas sem desespero. Nāo vamos pagar R$ 600 mil pra nenhum jogador. Pode nāo dar certo e ainda inflacionar a folha salarial. É so lembrar do Pato'', declarou o cartola.

Entāo, como o Corinthians vai montar um time competitivo para o Brasileiro?

''Vamos terminar de reforçar a equipe sem fazer loucuras. Jogaremos o Paulista e veremos onde precisamos nos reforçar para o Brasileiro. Daí vamos arrumando o time, afirmou André.

Nesta segunda, ele devolve o cargo para Roberto de Andrade, que volta de férias pressionado a renunciar para nāo enfrentar um processo de impeachment.