PUBLICIDADE
Topo

Blog do Perrone

"Vão chorar muito quando eu sair". Esse é Juvenal.

Perrone

23/10/2010 09h26

Muitos leitores têm comentado aqui que Juvenal Juvêncio foi um grande dirigente no São Paulo, coisa e tal, mas que entrou em decadência. Pedem para que ele se aposente e passe o bastão para gente mais nova no Morumbi. Quis saber a opinião dele sobre esses comentários. Antes de responder, o presidente tricolor soltou aquela gargalhada peculiar. Confira a resposta, mas tente imaginar Juvenal falando com aquele jeitão engraçado. Fica mais divertido.

"Quando cheguei no futebol do São Paulo, fazia dez anos que o clube não disputava a Libertadores. Peguei o Rojas [ex-goleiro, como técnico] lá, foi duro. Disputei sete libertadores seguidas, isso é histórico no futebol mundial. E não só disputei, ganhei títulos, ganhei mundial, essa coisa toda. Agora, este ano realmente está amargo. Mas quem fala que eu tenho que ir para casa, se eu sair amanhã vai morrer de tédio [outra gargalhada]. Vão chorar muito [mais gargalhadas]".

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Blog do Perrone