PUBLICIDADE
Topo

Perrone

Justiça obriga jogador do Santos a pagar pensão para comissária grávida

Perrone

22/01/2013 06h00

O Diário Oficial de São Paulo publica nesta terça decisão em primeira instância na Justiça que obriga jogador do Santos a pagar pensão alimentícia para uma comissária de bordo grávida. O nome dela e do atleta não foram revelados porque o caso segue em segredo de Justiça.

O juiz entendeu que há suficientes indícios de que o santista é o pai da criança. Após o nascimento deverá ser feito o teste de DNA.

Ela, que está desempregada, pediu 26 salários mínimos (cerca de R$ 18 mil) como pensão.  No entanto, a decisão foi de que o atleta deve pagar durante a gravidez sete salários mínimos (R$ 4,7 mil). Para chegar a esse valor, foi levado em consideração que o jogador recebeu R$ 826,1 mil do Santos em 2012. A autora alegava ganhos de R$ 2,2 milhões anuais. Cabe recurso da decisão.

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.