Blog do Perrone

Pressão do MP faz Corinthians trocar vestiário de lata na base

Perrone

O Ministério Público do Trabalho encontrou irregularidades no local em que treinam os jogadores das categorias de base do Corinthians. Comunicado pelo órgão, o clube se comprometeu a fazer mudanças classificadas como urgentes pela procuradoria.

Os problemas foram detectados na propriedade do Flamengo de Guarulhos que é utilizada pelos corintianos.

Uma das principais alterações pedidas foi a troca de um container que é usado como vestiário por um de alvenaria. O MP também quer uma reforma nos banheiros do alojamento para que os chuveiros sejam individuais. A procuradoria não quer os garotos tomando banho juntos. Outra falha apontada foi a falta de uma sala de estudos, que agora será providenciada.

O clube se comprometeu a fazer as mudanças até o início do ano.  Vai gastar cerca de R$ 100 mil numa área que não é sua. O CT das categorias de base do alvinegro funcionava no terreno de Itaquera em que está sendo construído o estádio corintiano. Por isso os jovens foram desalojados.

Sem espaço, o Corinthians passou a usar as instalações do Flamengo. Em troca, se comprometeu a bancar o time de Guarulhos na terceira divisão paulista. Desde que se instalou lá, foram constantes as reclamações de pais de garotos, principalmente por falta de higiene.

“Não houve problema com o MP. Nós conversamos com eles a cada dois meses e eles visitam todos os clubes, não é uma coisa só do Corinthians. Acontece que a situação em Guarulhos era para demorar menos tempo, mas, com a demora para que nosso CT da base ficasse pronto, vamos ter que ficar mais por lá. Como vamos continuar, o Ministério Público pediu essas mudanças”, disse Fernando Alba, diretor de futebol amador corintiano.

O Corinthians obteve a aprovação três projetos pela lei de incentivo ao esporte para arrecadar recursos para a construção do novo CT. Mas a captação está sendo mais lenta do que o esperado.

Pela lei de incentivo, pessoas físicas podem transferir para o clube até 6% do imposto de renda devido. O valor cai para 1% no caso de pessoas jurídicas.

Um a página na internet (http://www.corinthians.com.br/incentivetimao/) foi criada para ajudar na arrecadação para uma das fases do projeto. A meta é conseguir até 20 de novembro R$ 12.299.291,69. Mas até o início da noite desta quarta tinham sido obtidos R$ 2.179,16 por meio de 34 colaboradores.