PUBLICIDADE
Topo

Blog do Perrone

Após gasto de meio bi em obras viárias, só feriado salva São Paulo na Copa

Perrone

25/04/2014 16h01

Investir mais de meio bilhão de reais em obras viárias na região de Itaquera não basta para São Paulo suportar o trânsito  em dia de jogos de Copa do Mundo na cidade. Essa é a conclusão a que cheguei ao ler no site da Câmara Municipal sobre projeto do prefeito Fernando Haddad que o autoriza a decretar feriado nos dias das seis partidas previstas para a capital paulista.

Em sua justificativa para o projeto, o prefeito diz que "é fundamental garantir a redução expressiva do trânsito, impedindo eventual colapso do sistema viário". O objetivo é evitar que estejam nas ruas ao mesmo tempo quem está saindo do trabalho e torcedores.

Só que o investimento em obras viárias na região do estádio é de R$ 548,5 milhões. São R$ 397,9 do Governo do Estado e R$ 150,6 milhões do município, segundo o site da prefeitura.

Ora, se todo esse dinheiro está sendo injetado e mesmo assim é preciso decretar feriado, é legítimo desconfiar de que o gasto seja desproporcional ao legado. Como vai ser quando o Corinthians jogar com casa cheia numa quarta à noite, mais cedo do que às 22h, horário de costume?

Para o Governo do Estado, 7,4 milhões de moradores serão beneficiados com as obras

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Blog do Perrone