Blog do Perrone

Empresa quer folga para gramado do Itaquerão na Copa

Perrone

A empresa responsável pelo gramado do estádio do Corinthians quer que a Fifa cancele treinos no local nas vésperas das partidas. O pedido visa evitar o desgaste do campo.

Roberto Gomide, presidente da World Sports, que plantou e cuida da grama da arena corintiana, disse que já fez um pedido para o COL (Comitê Organizador Local) e a Fifa preservarem o campo, cancelando treinamentos um dia antes dos jogos. O Mineirão, por exemplo, não terá treinos de Brasil e Chile na véspera do confronto deste sábado.

“Existem alguns e-mails enviados por nós atestando a importância da preservação dos gramados e de diminuir os treinos. Eles responderam que vão avaliar, mas estamos aí para o que precisarem”, afirmou Gomide.

Por sua vez, o departamento de comunicação do COL respondeu ao blog que “não recebeu pedidos de cancelamento e que os treinos continuarão acontecendo no estádio da partida”.

Segundo Gomide, em cada jogo, o gramado recebe impacto de três atividades. Isso porque cada time faz um treinamento na véspera, além do aquecimento minutos antes do jogo. Ele afirmou ainda que a seleção uruguaia foi a que mais desgastou o campo.

“O problema é que os treinos são concentrados. Você pega 22 jogadores e coloca na frente do banco de reservas fazendo treino físico, qualquer gramado do mundo vai sentir. Mas o do Corinthians não sentiu, a bola está rolando perfeitamente e ele está visualmente bom. O que existe é um desgaste normal. Temos 19 eventos em cima de um gramado em menos de 20 dias”, declarou Gomide.

Segundo ele, a seleção uruguaia foi a que mais desgastou o gramado do Itaquerão por ter feito um treino físico puxado. Gomide também respondeu às críticas feitas por Jorge Sampaoli, técnico do Chile, antes de enfrentar a Holanda em São Paulo. O treinador discursou contra treinos nas vésperas dos jogos. Disse que o gramado do estádio de Itaquera está deteriorado e que a Fifa não deveria permitir um jogo importante num campo “tão ruim”.

“A colocação dele em relação a preservar o palco do jogo é absolutamente válida. Só que a hora que ele fala que o gramado está totalmente desgastado, não é a realidade. Pelos comentários que passam para nós, da Fifa e dos jogadores, nosso gramado está sendo considerado um dos melhores da Copa”, rebateu o executivo.

Nesta quinta, Coreia do Sul e Bélgica se enfrentam na arena corintiana. Três jogos já aconteceram lá e mais dois ainda serão realizados, um nas oitavas-de-final e outro nas semifinais.