PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Cartolas não querem que Del Nero dê amplos poderes a Tite

Perrone

15/06/2016 06h36

A informação de que Tite exigiria, além de autonomia para montar a comissão técnica da seleção brasileira, escolher o substituto de Gilmar Rinaldi, gerou reação negativa de presidentes de federações estaduais e de integrantes da diretoria da CBF.

O entendimento é de que o treinador é o melhor nome para o cargo, mas que não pode ter poder até para escolher seu chefe. Esses cartolas avaliam que pelo menos o coordenador de seleções tem que ser um homem de confiança de Marco Polo Del Nero. E que se Tite não aceitar isso, outro técnico deve ser procurado.

Eles trabalham com a informação de que o corintiano quer Edu Gaspar, diretor remunerado do Corinthians, no lugar de Rinaldi, e não gostaram da indicação.

Gaspar é homem de confiança de Andrés Sanchez, principal opositor de Del Nero.

Independentemente do desejo de seus apoiadores, o histórico do presidente da CBF mostra que ele não é de deixar outros indicarem ocupantes de postos chaves nas entidades que comanda. Foi assim quando trocou quase toda a tropa de Ricardo Teixeira na confederação.

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Blog do Perrone