Topo
Blog do Perrone

Blog do Perrone

Categorias

Histórico

Michel Bastos rende primeiras críticas a Cunha em seu retorno ao São Paulo

Perrone

08/10/2016 06h48

Após retornar ao São Paulo aplaudido por praticamente todas as correntes políticas do clube, Marco Aurélio Cunha tem recebido suas primeiras críticas de conselheiros de diferentes alas. O motivo é o desempenho de Michel Bastos.

Quem reclama diz que o diretor executivo de futebol não conseguiu recuperar o jogador e que errou quando, ao iniciar seu trabalho, entendeu que não deveria dispensar Bastos.

Antes da chegada de Cunha, Michel era avaliado por parte da diretoria como sem comprometimento com a equipe. Além disso era e ainda é um dos mais criticados pela torcida. Sua permanência no elenco chegou a ser colocada em dúvida também por haver o entendimento de que o lateral e meia não queria ficar.

Uma das primeiras medidas de Cunha foi conversar com Michel e definir que ele ficaria. Na ocasião, o dirigente avaliou que o jogador estava "dentro" do clube mas que precisava de proteção.

"Eu não recupero jogadores. Recupero pessoas e grupos. Dou oportunidade e sei a hora de não aumentar a pressão interna. A partir disso cada um assume a sua responsabilidade. Os melhores serão escalados segundo o treinador", disse Cunha ao blog respondendo a respeito das críticas.

Ao falar sobre saber a hora de não aumentar a pressão interna, o dirigente se refere ao fato de entender que a dispensa de Bastos ou de outros jogadores que sofriam forte cobrança no momento de sua chegada pressionaria mais o elenco.

Ele acredita que não pegaria bem junto ao time se chegasse dispensando jogador sem dar oportunidade e também diz que não se incomoda com a primeiras críticas que recebe.

Apesar dessas reclamações, avaliação geral do trabalho de Cunha entre os conselheiros é positiva e ele segue com prestígio como quando chegou.

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Mais Blog do Perrone