Blog do Perrone

Afastamento de Felipe Melo também aumenta pressão sobre Mattos

Perrone

A cobrança para Cuca fazer o Palmeiras avançar na Libertadores aumentou depois do afastamento de Flipe Melo anunciado por ele, mas o treinador não é o único que sofre pressão maior após o episódio. Alexandre Mattos está na mesma situação.

Internamente, os problemas com o volante são avaliados como parte dos erros de planejamento que teriam sido cometidos pelo diretor executivo. Felipe é visto como mais uma contratação cara negociada pelo dirigente que não rendeu o esperado. Borja é outra. Com Michel Bastos, não tão caro, eles formam um trio trazido pelo cartola e visto com resistência pelo treinador.

De maneira geral, conselheiros e até gente do departamento de futebol entendem que Mattos montou um time caro e que não corresponde aos investimentos. O fato de Cuca fazer restrições a contratações tão badaladas serve para sustentar o argumento.

Recentemente, antes do imbróglio com Felipe Melo, o dirigente ainda viu Leila Pereira, patrocinadora do clube por meio da Crefisa e da FAM (Faculdade das Américas), diminuir o tom na defesa dele. Em entrevista ao canal ESPN Brasil, ela disse que não considera o diretor intocável. Para o Esporte Interativo, ela havia afirmado que reveria seus investimentos se Mattos fosse demitido. Agora, a empresária declarou que confia no dirigente e precisa conhecer melhor um eventual substituto antes de fazer novos investimentos. Mas deu a entender que não tentaria interferir caso o clube decidisse pela demissão do cartola.

Mattos enfrenta permanentemente a resistência de conselheiros, principalmente dos mais ligados ao ex-presidente Mustafá Contursi, por causa dos altos gastos no departamento do futebol, apesar de o dinheiro vindo das empresas de Leila financiar a maior parte dos reforços. O afastamento de Felipe Melo só aumentou os argumentos deles para fazer pressão pela demissão do dirigente remunerado já que o Palmeiras ficou com um jogador que custou caro e ganha muito sem poder ser aproveitado.