PUBLICIDADE
Topo

Perrone

Bolada à vista deixou Guilherme Arana perto do Sevilla

Perrone

09/11/2017 04h00

Um acordo sobre a forma de pagamento deixou Guilherme Arana próximo do Sevilla. O blog apurou que os espanhóis aceitaram pagar cerca de 50% de aproximadamente 11 milhões de euros (R$ 41,4 milhões) à vista por 80% dos direitos econômicos. A decisão atende ao desejo dos corintianos de pegar uma bolada logo de cara para fechar o negócio.

A proposta inicial era de uma entrada menor e mais prestações. O blog não teve acesso ao número de parcelas acordado.

Um dos envolvidos na negociação afirma que faltam detalhes para a venda ser concretizada. A expectativa é que o martelo seja batido até o próximo dia 15.

Os valores que serão pagos ao jogador também já estão apalavrados.

O Corinthians queria 15 milhões de euros (R$45, 5 milhões) por 100% dos direitos referentes ao lateral, mas não convenceu a diretoria espanhola a subir o preço. Inicialmente, o Sevilla estava disposto a pagar 12 milhões de euros para ter os direitos integrais. O alvinegro tem 40% dos direitos econômicos de Arana, e o restante pertence a empresários. Essa proporção deve ser mantida em relação aos 20% que não serão vendidos, caso o negócio seja oficializado. Ou seja, 12% seriam dos investidores e 8% do alvinegro.

Mesmo se fechar o negócio em novembro, a ideia da direção alvinegra é anunciar o acordo apenas depois do Brasileirão. Flávio Adauto, diretor de futebol do Corinthians, não respondeu à mensagem enviada pelo blog até a publicação deste post.

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.