Blog do Perrone

Interesse do Palmeiras faz críticos chamarem Lucas Lima de “novo Valdivia”

Perrone

O interesse do Palmeiras em Lucas Lima já rende críticas de conselheiros ao meia e até um apelido pejorativo para o jogador. Temendo a combinação de alto investimento com rendimento irregular há quem chame o atleta de ''Valdivia do presidente Mauricio Galiotte''.

A alcunha é uma referência à última passagem do chileno pelo alviverde, considerada por muitos no clube a pior contratação da história palmeirense. Ela foi feita na gestão de Luiz Gonzaga Belluzzo.

As críticas atuais partem de conselheiros de diferentes alas. Mas há uma divisão, pois Lucas Lima também tem defensores em correntes políticas distintas.

Conforme mostrou o UOL Esporte, o Palmeiras está disposto a investir entre R$ 47 milhões e R$ 50 milhões durante cinco anos para contar com o meio-campista. A patrocinadora Crefisa pode ajudar, mas não integralmente. Na conta estão salários, luvas, bonificações e comissões para empresários. Mesmo sem terem recebido oficialmente a informação de quanto a diretoria pretende investir, os críticos da negociação afirmam que o desempenho do jogador no Santos não justifica altos gastos. Avaliam que Lucas Lima pode repetir a história de Valdivia em seus últimos anos no clube, com raras atuações de gala e pesadas despesas.

O blog conversou com seis conselheiros sobre o tema. Quatro deles se posicionaram contra a ideia de contratar Lucas Lima. Desses quatro, três acreditam que, se contratado, o meia não dará retorno compatível com o investimento e um classificou a possível contratação como muito arriscada por causa da irregularidade recente do atleta. Desses críticos, dois são ligados ao grupo de Mustafá Contursi, um tem atuação mais independente, porém mantém boa relação com Galiotte, e o outro é desafeto do ex-presidente.

Um dos consultados, Carlos Degon, do grupo de oposição UVB (União Verde e Branca), não quis se manifestar por não conhecer os valores exatos que o Palmeiras pretende investir em Lucas Lima. Por sua vez, Wlademir Pescarmona, líder da UVB, vê com bons olhos a iniciativa. ''Acho um excelente jogador. Agora o futebol está tão inflacionado que não sei mais o que é caro ou preço de mercado. Se ele estiver focado faz a diferença. O Palmeiras está precisando de um meia. Depois do Valdivia ficou faltando'', disse o conselheiro.

Em 25 jogos com a camisa santista no Brasileirão deste ano, Lucas Lima marcou só um gol. De acordo com o site Footstats, ele é o segundo jogador da equipe em assistências na competição com cinco. Perde para Bruno Henrique, que fez 11 em 26 apresentações.