Topo
Blog do Perrone

Blog do Perrone

Categorias

Histórico

Presidente do Fla aumenta polêmica e ataca relação entre Corinthians e CBF

Perrone

2012-09-20T18:04:00

12/09/2018 04h00

Indagado pelo blog sobre críticas feitas a ele pelo corintiano Andrés Sanchez, o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, deu uma resposta que indica a temperatura do duelo entre os dois clubes nesta quarta pelas semifinais da Copa do Brasil.

"As (críticas) de ontem ou teve mais? Eu não sei se ele falou em nome da CBF ou do Corinthians. Aliás, não dá para saber onde termina um e começa o outro. Simples assim", disse Mello.

Em entrevista ao GloboEsporte.com o presidente alvinegro havia  classificado como absurda a reclamação do adversário sobre o árbitro sorteado para o confronto no Maracanã. Também insinuou que Bandeira não ganhou nada e tenta transferir responsabilidade para os outros. E ainda que o dirigente da equipe rival está preocupado em se eleger deputado federal, posto que o corintiano ocupa atualmente.

A resposta atravessada do comandante do Flamengo resume seu incômodo com recentes episódios envolvendo a confederação brasileira e o clube paulista.

Primeiro, o dirigente se rebelou contra o fato de Bráulio da Silva Machado ser o juiz  para o primeiro confronto da semifinal.

Ele reclama que o árbitro foi mal na partida do Flamengo com o Palmeiras, em junho, na qual não expulsou Felipe Melo após entrada dura em Vinícius Júnior.

O cartola já estava irritado por não ter conseguido adiar o duelo desta quarta para facilitar a escalação de Lucas Paquetá, convocado para os amistosos da seleção brasileira nos Estados Unidos. O Flamengo montou um esquema especial para trazer o jogador e tentar colocá-lo em campo.

A crise se agravou depois que o corintiano Fagner, dispensado da seleção por conta de uma contusão, voltou a treinar antes do previsto. Ele deve ser titular no Maracanã.

Apesar do pacote de insatisfações, Bandeira diz que não irá protestar na CBF. "E adianta fazer queixa formal? Os fatos estão escancarados e falam por si. Qualquer um pode tirar suas conclusões", afirmou ele.

 

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Mais Blog do Perrone