Blog do Perrone

Sem Corinthians, Fla avalia oferta alternativa para transmissão no exterior

Perrone

Depois de esperar por uma proposta que não veio, o Corinthians se juntou aos 17 clubes que já tinham assinado contrato para a venda dos direitos de transmissão internacional do Brasileirão por quatro anos com a empresa BR Foot.

Agora, Flamengo e Atlético-PR são os únicos times que não aderiram ao acordo. Apesar do isolamento, o presidente do clube da Gávea afirmou ao blog que segue estudando outra oferta.

''Estamos avaliando uma proposta alternativa que parece ser melhor. Vamos aguardar'', declarou Eduardo Bandeira de Mello. O dirigente declarou não poder dar detalhes sobre essa oferta.

Apesar de estudar um acordo alternativo, Mello avalia ser impossível a transmissão de jogos da equipe com adversários que tenham assinado com outra empresa. Ele não explicou como driblar esse problema e nem se pensa em transmitir as partidas na internet. Porém, já há discussões no país sobre a exibição na rede mundial de computadores também precisar de autorização dos dois clubes.

O presidente do Flamengo disse ainda que não foi avisado pelo Corinthians sobre a decisão do rival de aderir ao contrato com os outros 17 times.

Nos últimos dias, ele trocou farpas com o corintiano Andrés Sanchez por conta de temas ligados às semifinais da Copa do Brasil. Mello reclamou do juiz sorteado para o primeiro jogo, do fato de a CBF não ter adiado a partida para dar mais tempo a Lucas Paquetá, então na seleção, e de Fagner ser cortado por lesão do time de Tite e ter atuado no Maracanã.

''Assinamos esta semana, sim. Não veio a proposta que estávamos esperando'', disse Sanchez ao UOL Esporte explicando a decisão de aderir ao bloco de clubes.

Porém, o Corinthians manteve a postura de não assinar o contrato para a exploração de publicidade estática em bloco. Fará sua negociação individualmente.

Já o Flamengo tem um acordo individual para a negociação das placas ajustado com a Sport Promotion. Ele precisa de aprovação do Conselho Deliberativo para ser assinado.

Com Dassler Marques, do UOL em São Paulo, Napoleão de Almeida, colaboração para o UOL, e Vinicius Castro, do UOL no Rio de Janeiro