Blog do Perrone

Após R$ 5 mi extras, Arena Corinthians vende R$ 50 mi no ano em CIDs

Perrone

A Arena Corinthians vai fechar 2018 com R$ 50 milhões em CIDs (Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento) negociados. A quantia representa o total de títulos disponibilizados pela prefeitura de São Paulo neste ano.

O município havia autorizado a venda de R$ 45 milhões em certificados durante 2018, mas o clube e o fundo ligado ao estádio pediam emissão equivalente a pelo menos R$ 100 milhões. Todos os papéis disponibilizados foram comercializados.

No dia 12 de novembro, o prefeito Bruno Covas assinou um decreto autorizando crédito adicional suplementar que incluía mais R$ 5 milhões em CIDs. Conforme o blog apurou, a nova carga também já foi negociada.

Em termos comparativos, em 2017 foram vendidos R$ 31 milhões em certificados, quantia total liberada pela prefeitura na ocasião.

Desde o início (2015) foram repassados para empresas interessadas cerca de R$ 120 milhões em certificados. O total aprovado pelo município inicialmente foi de R$ 420 milhões, porém o valor sofre atualizações por conta da valorização dos títulos.

A emissão dos CIDS foi idealizada para ajudar o alvinegro a pagar pela construção de seu estádio. Os papéis são negociados com empresas que pagam valores inferiores ao de face. Elas usam os títulos para quitar parte de seus impostos municipais.

Em fevereiro, Andrés Sanchez disse durante entrevista ao SporTV que os títulos estavam valendo entre R$ 470 milhões e R$ 480 milhões. Na mesma conversa o presidente corintiano afirmou que a dívida pela construção do estádio naquele momento era de R$ 1,18 bilhão.