PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Corinthians ainda sonha com Arana, mas negociação segue travada

Perrone

18/02/2019 09h42

Imagem: Quality Sport Images/Getty Images

Iniciada em janeiro, a novela envolvendo Guilherme Arana, Sevilla e Corinthians está travada neste momento. Mesmo assim, a diretoria do clube brasileiro ainda acredita ter chances de repatriar o lateral-esquerdo.

Segundo fonte com trânsito em todas as partes envolvidas, neste momento não há negociação. As conversas pararam na exigência espanhola de receber uma parte do parcelamento à vista.

No Corinthians o discurso é de que há possibilidade de o clube arrecadar a quantia para o sinal. Mas não se sabe quando isso pode acontecer. Por isso, a contratação é tratada como possível, mas sem previsão de data. Em tese, porém, a demora pode dificultar a negociação se o brasileiro fizer boas apresentações. Se ele não for bem, a tendência é as bases serem mantidas.

Inicialmente, o alvinegro pretendia pagar a primeira parcela em 2020. A proposta foi rechaçada pelo Sevilla. Como UOL Esporte mostrou, os dois clubes concordaram em bater o martelo por 8 milhões de euros (cerca de R$ 33,4 milhões) relativos a 90% dos direitos econômicos do lateral. Desde então, a missão corintiana é levantar quantia que os espanhóis aceitem como entrada.

 

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Blog do Perrone