Topo
Blog do Perrone

Blog do Perrone

Categorias

Histórico

Jovens do São Paulo passaram no teste do clássico? Estatística diz que sim

Perrone

2030-03-20T19:21:16

30/03/2019 21h16

Uma das principais dúvidas em relação ao São Paulo na abertura das semifinais do Campeonato Paulista diante do Palmeiras era se os jovens jogadores do time aguentariam a pressão do clássico válido por uma vaga na final. Antony, 19, Luan, 20, Igor Gomes, 20, Lizieiro, 21, não deixaram dúvidas de que passaram no teste. Nenhum deles perdeu a cabeça, foi expulso ou cometeu erro que gerasse gol do adversário. As estatísticas do time no empate sem gols neste sábado (30) no Morumbi, confirmam que eles foram bem (o blog usa números do site "Footstats").

Lizieiro foi o jogador que mais acertou passes na partida. Foram 35 trocas de bola com precisão. Ele foi o segundo são-paulino com maior posse de bola. Ficou com ela 6,43% do tempo em que a posse foi de seu time. Perdeu apenas para outro jovem, Antony (8,69%). Ninguém no jogo ficou mais com a redonda do que o atacante tricolor. Com a bola nos pés por tanto tempo, Antony foi o jogador da equipe de Vagner Mancini que mais sofreu faltas. Foram seis infrações recebidas. Só o palmeirense Dudu, com oito, apanhou mais do que ele.

No São Paulo, apenas os moleques acertaram cruzamentos. Lizieiro, Antony e Igor Gomes cruzaram uma bola com precisão cada. Liziero e Luam terminaram o jogo como os tricolores que mais deram passes para finalizações: dois para cada. A marca é igual à anotada por Bruno Henrique, o melhor nesse quesito no lado alviverde.

O saldo tricolor mostra que os meninos não decepcionaram em seu primeiro clássico em fase de mata-matas como profissionais. Agora, eles terão que provar tudo de novo, contra o mesmo adversário, no próximo domingo (7), só que na casa palmeirense. Ou seja, pelo menos em tese, a pressão será ainda maior.

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Mais Blog do Perrone