Topo
Blog do Perrone

Blog do Perrone

Categorias

Histórico

Afastado de política, grupo do Palmeiras valoriza taça do 'Paulistinha'

Perrone

06/04/2019 04h00

Enquanto a diretoria do Palmeiras diminui o Estadual chamando a competição de "Paulistinha", jogadores e comissão técnica valorizam um eventual título do campeonato. O discurso interno é de se afastar da briga política, apesar de atletas já terem criticado a FPF nesta temporada, e se empenhar para levantar a taça.

Neste domingo (7), os palmeirenses fazem o segundo jogo com o São Paulo, agora no Allianz Parque, na disputa por uma vaga na final. São vários os motivos para o grupo enaltecer uma possível conquista de título. Um deles é considerar forte o nível da competição com os quatro grandes nas semifinais. Outro é a importância que a torcida dá para vitórias e derrotas diante de seus maiores rivais. Além disso, o clube deu a volta olímpica no Estadual pela última vez em 2008. Quebrar o jejum daria fôlego ao elenco e a Felipão, cobrados por torcedores para apresentarem resultados compatíveis com o investimento feito pela diretoria. A eliminação nas semifinais ou a perda do título na final, pela segunda vez seguida, azedariam o clima pouco antes da estreia no Brasileirão.

Apesar das provocações da diretoria à FPF, ostentar o título paulista no currículo é algo que o mercado do futebol valoriza e isso também é colocado na balança pelos palmeirenses. Felipão, por exemplo, nunca venceu o estadual de São Paulo. É uma das raras lacunas em sua galeria de troféus de Copa do Mundo, Libertadores, Brasileiro e Copa do Brasil, entre outros. Quem convive com o treinador enxerga nele motivação de sobra para ganhar a competição.

Os ataques à federação acontecem desde que o alviverde deixou escapar o título em casa na final do Estadual de 2018 e alegou ter ocorrido interferência externa na arbitragem na anulação de pênalti a favor do Palmeiras que perdeu o caneco para o Corinthians.

A bronca dos dirigentes palmeirenses  com a FPF não passou. E nem a vontade de detonar a competição. Mesmo assim, você deverá ver os jogadores da equipe comemorando muito se passarem para a final. E o mesmo numa eventual conquista de título.

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Mais Blog do Perrone