Topo
Blog do Perrone

Blog do Perrone

Categorias

Histórico

Ex-companheiros de Pelé também encaram problemas com pagamentos no Santos

Perrone

02/04/2019 04h03

Os recentes atrasos salariais no Santos afetaram também ídolos do clube que atuaram com Pelé. Pelo menos parte deles afirma que não recebeu em dia quantias referentes a um contrato para representar a agremiação em eventos. Além disso, o modelo de acordo está sendo revisto. A direção  alega que desembolsa R$ 10 mil mensais com cada um dos cinco ex-atletas envolvidos no projeto e estuda uma forma de manter a utilização da imagem deles, mas de uma maneira pela qual os ex-jogadores sejam mais aproveitados e que a relação custo-benefício seja melhor para a agremiação. Por essa versão, a despesa anual é de R$ 600 mil.

Rosângela Cleiry Honório de Oliveira, uma das filhas de Coutinho, falecido no mês passado, diz que seu pai também foi atingido pelos atrasos. Porém, ela não pretende reclamar porque avalia que o clube gastou até mais do que o valor da dívida ao bancar o funeral do ex-atacante.

Indagada pelo blog sobre o assunto, Rosângela disse que o Santos atrasou os pagamentos de dezembro, janeiro, fevereiro e estava atrasado em março. Segundo ela, o valor inicial era de R$ 5 mil mensais, foi dobrado e depois voltou para a primeira quantia. "Não tenho do que reclamar. Não vou perguntar nada para o Santos sobre esse assunto. Eles gastaram mais com o enterro do que os valores atrasados. E nem é uma questão de dinheiro, e pela maneira como eles nos trataram quando meu pai morreu. Deram atenção, não deixaram faltar nada. Isso me fez entender o amor que meu pai sentia pelo Santos. Até então eu não entendia", afirmou Rosângela.

Na semana passada, o ex-atacante Edu respondeu que o clube acertou o valor atrasado referente a dezembro e que estava de devendo os valores de janeiro e fevereiro. Outro ex-companheiro lendário de Pelé, Dorval, disse que houve um atraso mas que agora estava tudo certo. Assim como a filha de Coutinho, ambos não fizeram críticas ao Santos.

Rosângela e Edu alegam que o contrato se renova automaticamente e continua valendo (obviamente não para Coutinho). Procurada pelo blog a assessoria de imprensa do alvinegro do litoral respondeu que os pagamentos fazem parte do projeto de auxílio aos ex-jogadores batizado de "Ídolos Eternos". Porém, afirma que o contrato se encerrou em dezembro, ou seja, não existiriam vencimentos atrasados em 2019. "Estamos procurando a melhor forma para eles e para o clube de renovar", afirmou a assessoria. O Santos não detalha a questão dos atrasos, mas admite que os veteranos sofreram com "problemas de fluxo de caixa" que atingiram o time profissional.

 

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Blog do Perrone