Topo
Blog do Perrone

Blog do Perrone

Categorias

Histórico

Rompido com FPF, Palmeiras boicota votação da seleção do Paulista

Perrone

2023-04-20T19:04:00

23/04/2019 04h00

Em atrito com a FPF, presidida por Reinaldo Carneiro (foto), Palmeiras não foi à festa do Paulistão. Foto: Alexandre Battibugli/FPF

A crise entre Palmeiras e Federação Paulista de Futebol teve mais um capítulo, desta vez relacionado ao encerramento do Estadual de 2019. O time alviverde foi o único clube que não votou na seleção dos melhores jogadores da competição.

O colégio eleitoral foi composto pelos treinadores e capitães dos 16 times participantes. Só Felipão e Bruno Henrique não votaram.

Procurado por meio de sua assessoria de imprensa, o clube não quis comentar o assunto. Porém, o blog apurou que a abstenção foi por conta do rompimento com a federação.

Nenhum representante do Verdão, aliás, compareceu ao evento que premiou os melhores jogadores da competição, mesmo tendo o atacante Dudu entre os escolhidos como 11 melhores do torneio. A justificativa oficial dada por Caio Ribeiro, que apresentou o evento, foi que Dudu não compareceu por conta da preparação para o jogo da Libertadores, contra o Melgar, que só acontece na próxima quinta-feira.

Neste ano, os palmeirenses já tinham boicotado as reuniões na sede da FPF para definir os detalhes das quartas de final e das semifinais do Estadual. O clube também chegou a atacar a federação e chamar o campeonato de Paulistinha por discordar de decisão do VAR que não anulou gol do Novorizontino em partida das quartas de final.

Em outra atitude fora de sintonia com a federação, o alviverde recusou oferta da entidade para receber palestra sobre o uso do VAR nos mata-matas da competição. A alegação na ocasião foi de que o clube já tinha recebido orientações sobre o árbitro de vídeo de Conmebol e da CBF.

O atrito dos palmeirenses com a federação, presidida por Reinaldo Carneiro Bastos, começou na final do Paulista do ano passado. Jogando em casa, o alviverde reclamou que teria havido interferência externa na arbitragem na anulação de pênalti a seu favor. O rompimento foi uma decisão do presidente do clube, Maurício Galiotte.

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Mais Blog do Perrone