Topo
Blog do Perrone

Blog do Perrone

Categorias

Histórico

Ofensivo, Santos é o time que mais faz faltas no Brasileirão

Perrone

03/05/2019 08h47

Reconhecido por seu estilo ofensivo, o Santos de Sampaoli tem uma faceta que destoa dessa fama. A equipe comandada pelo argentino aparece como a mais faltosa do Brasileirão após as duas primeiras rodadas.

Foram 43 infrações cometidas pelos santistas até aqui, de acordo com o site especializado em estatísticas "Footstats". Média de 21,5 por jogo.

Em segundo lugar do ranking está o São Paulo, treinado por Cuca. O clube do Morumbi fez 35 faltas em suas duas primeiras apresentações.

Na vitória por 2 a 1 sobre o Fluminense, nesta quinta (2), na Vila Belmiro, ficou demonstrada a importância dessas infrações para o sistema de jogo implantado por Sampaoli. Com frequência, os santistas mataram contra-ataques rivais com faltas no meio-campo.

Como o alvinegro atua com muitos jogadores no ataque, o risco de o adversário pegar sua defesa desprotegida é grande. As faltas impedem que isso ocorra.

Claro que todos os times fazem faltas para evitar contra-ataques, mas a postura ofensiva santista acaba contribuindo para que a equipe seja a mais faltosa do Brasileirão até aqui. Contra o Fluminense, foram 25 faltas cometidas pelos santistas e 14 sofridas.

Ao mesmo tempo, as estatísticas não desmentem a filosofia ofensiva  do Santos. A equipe paulista é a que mais acertou finalizações nas duas primeiras rodadas: 18. O Internacional é o segundo colocado com 15.

Com quatro gols, o ataque do Santos está no bloco de times donos da segunda melhor marca até agora. Athletico, Palmeiras e Bahia lideram com cinco.

Diante do Fluminense, Sampaoli cumpriu a promessa de buscar o ataque mesmo com a vantagem no placar. Pressionou o rival até o fim. Como resultado, seu time está entre os três que venceram nas duas rodadas do Brasileiro, ao lado de São Paulo e Atlético-MG.

 

 

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Mais Blog do Perrone