Topo
Blog do Perrone

Blog do Perrone

Categorias

Histórico

Estafe de Coutinho vê troca por Neymar difícil por falta de grana do Barça

Perrone

16/08/2019 04h00

Com João Henrique Marques, do UOL, em Paris

O estafe de Philippe Coutinho já vê como difícil o envolvimento dele numa troca por Neymar. A avaliação é de que o Barcelona não tem dinheiro na mão para satisfazer ao PSG. Segundo o jornal francês "L'Équipe", os parisienses querem pelo menos 100 milhões de euros (cerca de R$ 450 milhões) em cash, além de jogadores, para fechar o negócio.

Por sua vez os catalães planejam colocar a menor quantia possível na transação, fazendo a maior parte do pagamento com a cessão de atletas. Coutinho é uma das principais opções.

A dificuldade do Barcelona se deve ao fato de o clube já ter feito altos investimentos nesta temporada. Só com Griezmann foram gastos cerca de 120 milhões de euros (R$ 535,3 milhões). Para ter De Jong, o investimento foi de aproximadamente 75 milhões de euros (R$ 334,6 milhões).

Além, de considerar difícil a troca, o estafe de Coutinho também acredita ser improvável que o PSG faça uma proposta independente pelo jogador, sem envolvimento na operação envolvendo Neymar.

Outra possibilidade vista como remota é a de um empréstimo para o Bayern. A primeira sondagem dos alemães em relação a Coutinho foi nesse sentido, mas não vingou. Nesse cenário, o brasileiro segue com seu futuro indefinido.

Atualização

Apesar de o estafe de Coutinho ter considerado o empréstimo para o Bayern uma possibilidade remota, ele deixou apalavrado nesta sexta (16) o acerto para ficar um ano no clube alemão.

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Mais Blog do Perrone