Topo
Blog do Perrone

Blog do Perrone

Categorias

Histórico

Fla dá comissão a filho de Duprat por Bruno H. e intriga oposição santista

Perrone

30/08/2019 04h00

O agora flamenguista Bruno Henrique e o empresário Renato Duprat protagonizam um caso tratado como mistério por conselheiros de oposição do Santos. Provocou alvoroço entre oposicionistas trecho do balancete semestral do Flamengo publicado no site do clube. O motivo é o pagamento de R$ 1.610.000 em comissão para uma empresa do filho de Duprat por intermediação na compra do atacante.

O empresário desperta a ira de parte significativa do Conselho Deliberativo santista por conta de uma série de operações. A mais famosa é a que colocou Leandro Damião no Santos com alto custo por meio da Doyen Sports. Atualmente, conselheiros afirmam que ele tem excelente trânsito com o presidente José Carlos Peres, que nega tal situação.

Por isso, o sobrenome Duprat relacionado à venda de Bruno Henrique para o Flamengo provocou nova turbulência na Vila Belmiro, ainda que não tenha sido o Santos o autor do pagamento. Na ocasião da negociação, Peres afirmou que não pagou comissões na transação.

Já o balancete trimestral do Flamengo mostra que o rubro-negro bancou duas comissões na operação. A da Yesport Marketing Esportivo, que tem como um dos donos Rodrigo Caruso Duprat, e R$ 1.277.000 para a empresa de Denis Ricardo, agente de Bruno Henrique.

Conselheiros santistas intrigados com o tema querem descobrir qual foi a participação do filho de Duprat na negociação. E por qual motivo o comprador pagou comissão no negócio. Procurado, o Flamengo informou que "tem um padrão de comissionamento e suas normas. E as respeita em todas as transações. A transação do atleta em questão seguiu todos os padrões do clube". O rubro-negro não respondeu qual foi a participação da Yesport na operação.

O blog não localizou Rodrigo para falar sobre o assunto. Seu pai, Renato, não atendeu à ligação e nem respondeu aos questionamentos feitos por mensagem de texto. Segundo o balancete divulgado pelo Flamengo, o clube pagou R$ 23 milhões pelos direitos econômicos de Bruno Henrique.

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Mais Blog do Perrone