Topo
Blog do Perrone

Blog do Perrone

Categorias

Histórico

Advogado de Najila cita Lei do Minuto Seguinte ao criticar denúncias

Perrone

20/09/2019 04h00

Em conversa com o blog, Cosme Araújo, advogado de Najila Trindade, que acusou Neymar de agressão e estupro e viu o inquérito ser arquivado, criticou as denúncias do Ministério Público de São Paulo das quais sua cliente é alvo. Entre outros fatores, ele acredita que a fama do jogador do PSG pesou contra a modelo. Diz também que não há provas de que ela tenha cometido crimes.

Por conta de desdobramentos das investigações de sua acusação contra o astro da seleção brasileira, Najila foi denunciada pelo Ministério Público por denunciação caluniosa, extorsão e fraude processual.

"Como ela pode ser denunciada por denunciação caluniosa se Neymar admite que bateu nas nádegas dela.  Tem até foto", disse o advogado referindo-se à acusação de agressão feita por sua cliente. Em depoimento, o atleta alegou que a modelo pediu os tapas.

Em seguida, Araújo comentou que, em sua opinião, a palavra de Najila não teve o peso que deveria nas acusações de estupro e de agressão e que a de Neymar valeu muito. "A palavra dele dissolve a Lei do Minuto Seguinte, essa que o governador de São Paulo (João Doria), divulga", declarou.

A citada lei garante atendimento gratuito e completo em hospitais e postos do SUS para as vítimas de estupro, sem que antes elas precisem ir à delegacia e registrar boletim de ocorrência porque "a palavra da vítima é suficiente para fazer valer a lei", como diz trecho da campanha divulgada por Doria em rede social.

Em relação à denúncia por extorsão, Araújo argumenta ser impossível Najila ter praticado o crime se ela não teve contato com os representantes do pai do jogador. A tentativa de extorquir o Neymar mais velho teria ocorrido numa reunião de enviados dele com o primeiro advogado da modelo, José Edgard Bueno, que nega ter tentado a extorsão.

A outra denúncia feita pelo MP é por fraude processual e está ligada à inquérito que apurava se o apartamento em que Najila morava e no qual estaria um tablet com mais imagens do encontro dela com Neymar em Paris foi arrombado. "O inquérito não concluiu se houve arrombamento ou não. Então não pode haver denúncia", disse o advogado.

Agora cabe à Justiça dizer se aceita as denúncias oferecidas pelo Ministério Público paulista. "Espero que as denúncias não sejam recebidas, mas, se forem, ela terá chance de contar mais detalhes sobre o que aconteceu".

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Mais Blog do Perrone