Topo
Blog do Perrone

Blog do Perrone

Categorias

Histórico

Conselheiros cobram reunião extraordinária para discutir aluguéis de Mattos

Perrone

15/10/2019 04h00

A revelação feita pelo blog de que Alexandre Mattos aluga dois apartamentos para membros da comissão técnica do Palmeiras que tiveram aumentos em auxílio moradia pedidos por ele aumentou a pressão política no clube contra o diretor de futebol. Conselheiros de diferentes alas cobram que explicações sobre o episódio sejam dadas ao Conselho Deliberativo.

A ideia é convocar o presidente do clube, Maurício Galiotte, além de Mattos, para falar ao órgão. A convocação de funcionários não é comum. Além de ouvir ambos sobre o tema, o desejo é de que a direção apresente documentos, como as requisições de aumentos de auxílio moradia feitas para o auxiliar técnico Andrey Lopes e o treinador de goleiros Oscar Sevory Nunes Rodriguez. Os dois moram em apartamentos de propriedade de Mattos.

"Fui procurado por conselheiros que querem uma reunião extraordinária sobre esse assunto e tudo o que está acontecendo no departamento de futebol, como os gastos com contratações. Expliquei que para isso é preciso um pedido assinado por pelo menos 60 conselheiros ou mil sócios. Muitos querem fazer o abaixo-assinado, mas nada foi protocolado até agora", disse ao blog Seraphim Carlos Del Grande, presidente do Conselho Deliberativo do Palmeiras.

"O sentimento entre os conselheiros é de que precisamos pedir explicações. Temos que saber se essa prática (reajuste de auxílio-moradia) acontece com outros funcionários do clube. É necessário que o conselho tenha acesso a toda a documentação sobre o assunto. Não estou dizendo que há algo de irregular, mas essa documentação precisa ser franqueada para o conselho. Quanto antes tudo for esclarecido, com transparência, melhor será para o Palmeiras", disse o conselheiro Luiz Fernando Marrey Moncau.

O pronunciamento de Galiotte sobre o assunto também gerou insatisfação em parte dos integrantes do conselho. O presidente palmeirense disse em entrevista que a questão dos aluguéis não diz respeito ao clube. Afirmou também que os aumentos de auxílio-moradia passam por um processo técnico. O cartola completou dizendo que "as coisas no Palmeiras são sérias".

"Foi uma explicação rasa porque o dinheiro (referente ao auxílio-moradia) é do clube, os funcionários também. Então não é tão simples", afirmou Moncau. "Se o presidente acha que é normal, é a opinião dele. Mas não entendo assim. Acho que pode ser legal, mas não é dentro da normalidade", opinou Seraphim. O presidente do Conselho Deliberativo já teve um áudio vazado criticando a atuação de Mattos no comando do futebol palmeirense. Por meio da assessoria de imprensa do Palmeiras, Galiotte afirmou que não comentaria o assunto.

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Blog do Perrone