Topo
Blog do Perrone

Blog do Perrone

Categorias

Histórico

MP recebe relatório sobre fotos íntimas de Najila em rede social de Neymar

Perrone

01/10/2019 13h01

O delegado Pablo Dacosta Sartori, da Delegacia de Repressão de Crimes de Informática do Rio de Janeiro, enviou no último dia 17 ao Ministério Público relatório sobre inquérito para averiguar se Neymar cometeu crime ao divulgar fotos íntimas de Najila Trindade em sua conta no Instagram ao se defender de acusação de estupro e agressão feita pela modelo e arquivada pela Justiça.

Por meio da assessoria de imprensa da Polícia Civil do Rio, Sartori disse ao blog que encaminhou o relatório para o MP analisar se seriam necessárias mais diligências e que aguarda resposta para concluir o inquérito policial. Não esclareceu se indica o indiciamento do jogador ou arquivamento do caso.

Conforme apurou o blog, em meio ao material encaminhado ao promotor de Justiça da Central de Inquéritos do Rio de Janeiro com toda a investigação há uma parte sob o título de conclusão, também sem apontar arquivamento ou indiciamento. Nela existe um resumo da investigação com Neymar citado como envolvido e Najila como testemunha. À documentação foram juntados os arquivamentos das acusações feitas pela modelo pelo MP e pela Justiça paulistas.

Sartori diz no relatório encaminhar os autos do inquérito ao promotor para que ele conheça os fatos e as diligências realizadas para que proceda da forma que entender ser cabível. Ele também relata que a investigação foi iniciada depois de ampla divulgação por parte da imprensa de foto íntima. Foi anexada cópia do material comprovando a publicação das imagens.

Detalhes do procedimento policial já tinham sido enviados ao Ministério Público antes, mas novas diligências foram pedidas. Na ocasião, Neymar foi ouvido novamente sobre o tema.

Procurada pelo blog, a assessoria de imprensa do MP-RJ não havia respondido até a publicação deste post, assim como Davi Tangerino, um dos advogados de Neymar. Por sua vez, Cosme Araújo, advogado de Najila, disse não ter sido comunicado sobre eventual decisão do Ministério Público a respeito do caso.

"Espero que seja pedido o indiciamento de Neymar já que o ex-marido de Najila foi indiciado por enviar fotos íntimas a uma pessoa, um jornalista. Neymar fez a divulgação para milhões em rede social, foi um fato muito mais grave", disse Araújo. No caso investigado no Rio, também trabalham na defesa da modelo os advogados Natalie Anselmo da Silva e Ivo Lourenço da Silva Júnior.

O inquérito investiga se foi cometido crime previsto no artigo 218C do código penal, que trata, entre outras situações, da divulgação de imagens de nudez sem consentimento da vítima. É prevista pena de um a cinco anos de reclusão. Em depoimento, Neymar atribuiu a assessores a publicação e alegou não ter visto o material na integra antes da divulgação, pedindo a retirada das fotos íntimas quando as viu.

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Mais Blog do Perrone