Topo
Blog do Perrone

Blog do Perrone

Categorias

Histórico

Chamado de ladrão, Marin sofre nova derrota em ação contra Romário

Perrone

22/11/2019 17h01

Preso nos Estados Unidos, José Maria Marin, ex-presidente da CBF, sofreu nova derrota em ação na qual cobra de Romário indenização por supostos danos morais. Na última terça (19), por unanimidade, a 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro negou provimento ao recurso movido pelo ex-dirigente. Ele tentava mudar decisão que considerou improcedente seu pedido de indenização contra o ex-jogador, atualmente senador pelo Podemos-RJ.

Marin foi à Justiça em 2014, quando ainda presidia a Confederação Brasileira de Futebol, por conta de uma entrevista em que o então deputado federal o chamou de "ladrão" e "corrupto", além de dizer que ele não "tem ética em relação ao dinheiro". Na primeira decisão, a Justiça entendeu que as declarações estavam ligadas às atividades de parlamentar do ex-jogador por conta de sua atuação na área esportiva no congresso. Assim, valeu a imunidade parlamentar de Romário. Além disso, foi considerado não ter sido provada a existência de dano moral.

No recurso, a defesa do ex-presidente da CBF alegou que a declaração não teve vínculo com a atividade parlamentar e que a imunidade não autoriza congressistas a proferirem "ofensas com base em avaliação estritamente pessoal".

O voto do relator, desembargador Mario Guimarães Neto, seguido por seus pares, foi arrasador para Marin. Ele sustentou que o ex-dirigente "já havia sido indicado publicamente como envolvido em escândalos, vindo a ser preso na Suíça ainda no ano seguinte à declaração do deputado, em 2015, por escândalo conhecido como 'Fifagate' por atos relacionados ao período 2012-2015, além de banido pela Fifa no corrente ano, culpado de suborno em violação ao código de ética, o que enfraquece, de sobremaneira, a alegação de que teria sofrido abalo à honra decorrido da declaração do deputado". Também foi mantido o entendimento de que a imunidade parlamentar deveria prevalecer. Marin, sempre negou os crimes imputados a ele.

 

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Blog do Perrone