Topo
Blog do Perrone

Blog do Perrone

Categorias

Histórico

Conselheiros pedem nova punição a Peres no STJD, mas tese é controversa

Perrone

12/11/2019 18h41

Conselheiros do Santos encaminharam nesta terça à procuradoria do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) denúncia de suposta infração contra José Carlos Peres, presidente do clube paulista. Eles alegam que o dirigente teria desrespeitado suspensão de 15 dias imposta pelo órgão.

Ao blog, Felipe Bevilacqua, procurador-geral do órgão, disse ao blog ainda não ter conhecimento do documento. Porém, afirmou que o dirigente só não pode participar de atividades diretamente relacionadas a competições organizadas pela CBF.  A queixa se refere à atuação de Peres no CT santista na última segunda e por ter ido a uma reunião na Federação Paulista. Bevilacqua afirmou que, se receber a denúncia, irá analisá-la, mas ressaltou que tais atos não estão diretamente relacionados à punição.

A notícia de infração foi encaminhada pelos conselheiros Mario André Badures Gomes Martins e Luiz Fernando de Oliveira Almeida Cardoso. Considerando-se presidente em exercício, o vice Orlando Rollo, desafeto de Peres, chegou a nomear ambos para o Comitê de Gestão do clube no lugar de integrantes que ele declarou afastados.

A dupla relata que, em entrevista no CT, na segunda, Peres afirmou ter conversado com Paulo Autuori, dirigente remunerado do futebol santista. Para os denunciantes, a conversa relatada pelo presidente é uma prova de que a pena foi ignorada por ele. Consideram que o cartola desrespeitou veto a "praticar atos oficiais referentes à respectiva modalidade (futebol)", como prevê o CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva) para esse tipo de punição.

Em outro trecho, a denúncia cita que, na mesma entrevista, Peres declarou que antes havia estado na Federação Paulista. A presença na entidade é apontada como outra suposta irregularidade. O texto que rege a suspensão afirma que o dirigente punido não pode exercer cargo ou função em entidades como a FPF. Os denunciantes pedem que o presidente do Santos seja julgado pelo STJD por supostamente infringir artigo que diz respeito ao não cumprimento de punições. A pena varia de três meses a um ano de suspensão.

Indagado pelo blog se comparecer ao CT para se reunir com um dirigente do departamento de futebol e ir até a FPF são atitudes que configuram desrespeito de Peres à punição, o procurador-geral do STJD respondeu que, em tese, não. Mas reforçou que precisa examinar a queixa. "É importante deixar claro que a suspensão diz respeito a tudo que for ligado à competição promovida pela CBF. Não pode ir a jogo como presidente, não pode estar no vestiário ou em outra área à qual só teria acesso como presidente", declarou Bevilacqua.

Vale lembrar que, nesta terça (12), Peres conseguiu efeito suspensivo junto ao STJD. Ele pode exercer todas as suas funções até que o recurso contra a punição seja julgado.

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Blog do Perrone