PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

RB Bragantino vê dificuldade para encontrar técnico caso Zago pague multa

Perrone

27/12/2019 14h38

Dinheiro em caixa para contratar jogadores interessantes, uma boa base de elenco formada, estilo de jogo definido e um treinador com controle da equipe e contrato renovado recentemente. Esse era o confortável cenário do Red Bull Bragantino até o Kashima Antlers apresentar proposta para Antônio Carlos Zago.

Ao informar à direção do clube sobre seu desejo de se transferir para o Japão, o técnico plantou incertezas no sólido projeto da equipe para disputar o Brasileirão em 2020.

Neste momento, a diretoria espera que Zago pague a multa de cerca de R$ 3 milhões para se desligar. Depois disso, o clube irá atrás de um novo treinador

A avaliação da diretoria é de que o mercado agora não é favorável para encontrar o técnico com o perfil desejado. Por isso, o comando da agremiação entende que o prejuízo em seu projeto será significativo, caso Zago oficialize a saída.

No clube, dinheiro para contratar um treinador de alto nível não é considerado um problema. A dificuldade é encontrar alguém com disponibilidade imediata que se encaixe no perfil traçado pela direção,

Prova disso é que o badalado Jorge Sampaoli não é visto como uma opção. A análise é de que, apesar de algumas características se encaixarem, o argentino não tem o perfil desejado.

Um aspecto considerado fundamental é o de que o comandante escolhido entenda que ele tem um papel importante em todas áreas do departamento de futebol, mas que precisa se encaixar nos processos estruturados pela direção. É necessária uma dose de visão empresarial para perseguir metas e respeitar a hierarquia.

É importante o treinador assimilar que sua principal missão é ajudar o clube a alcançar seus alvos dentro e fora de campo. É importante que o técnico deixe um legado, não apenas resultados esportivos.

Deixar jogadores prontos para serem vendidos de maneira interessante para a Europa e já preparar seus substitutos fazem parte desse legado.

Manter o estilo competitivo e ofensivo do time campeão da Série B em 2019 também é uma exigência

Lapidar jovens os prearando para o mercado Europeu e estar alinhado com as ideias de jogo mais praticadas na Europa  fazem parte do leque de habilidades desejado.

O Red Bull Bragantino já tem uma relação de preferidos, mas tenta esconder os nomes.

 

 

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Blog do Perrone