PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Análise: quem sobe e quem desce após a Florida Cup

Perrone

19/01/2020 12h47

Corinthians

Sobem

Luan

Marcou dois gols na estreia e fez o Corinthians voltar a ter um cobrador de faltas confiável após longa e dolorosa seca. Virou também o titular nas cobranças de escanteio, alimentou bem o ataque e ainda ajudou na marcação.

Ramiro

Fez sua melhor atuação pelo Corinthians na derrota por 2 a 1 para o Atlético Nacional, na opinião deste blogueiro. Marcou um gol e finalmente foi eficiente nas trocas de bola entre meio e ataque.

Cantillo

Deu qualidade, velocidade e inteligência ao time na transição da defesa para o ataque.

Camacho

Endureceu a marcação para os rivais sem perder a ternura na saída de bola.

Janderson

Se movimentou bem por todos os setores do ataque enxergando os espaços. Com velocidade e categoria se mostrou ótima opção para dialogar com Luan.

Descem

Boselli

Perdeu um pênalti contra o Atlético Nacional e não pressionou a saída de bola dos adversários como Tiago Nunes gosta.

Vágner Love

Volta da Flórida com uma coleção de gols perdidos. Alguns deles poderiam ser atração nos parques de Orlando.

Sidcley

Fora de forma, virou motivo de piada até entre torcedores do Corinthians.

Lucas Piton

A promessa Corintiana na lateral esquerda mostrou muita dificuldade na marcação.

Palmeiras

Sobem

Willian

Em tempos de dispensas no clube, mostrou que ainda é útil. Contra o New York City fez um gol e participou da jogada do outro.

Dudu

Mais uma vez começa o ano como referência ofensiva palmeirense.

Gabriel Menino

Foi fundamental na saída de bola palmeirense mostrando inteligência e categoria na ligação com o setor ofensivo.

Gabriel Veron

Confirmou seu potencial técnico aumentando a expectativa da torcida palmeirense de que em breve divida com Dudu a função de desequilibrar as partidas ofensivamente.

Wesley

Despontou como boa opção para deixar o ataque mais leve e técnico.

Descem

Felipe Melo

Sofreu demais estreando como zagueiro. Suas dificuldades podem ser ilustradas com o gol do New York City em que foi antecipado por De Rosario.

Ramires

Foi mal especialmente na marcação. Deixou a Flórida marcado pela entortada que levou de Jasson, também na jogada do gol do New York na vitória palmeirense por 2 a 1. 

 

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Blog do Perrone