PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Para estafe de Pedro, escolha pelo Flamengo foi a mais segura

Perrone

17/01/2020 04h00

Para ficar perto de anunciar oficialmente o atacante Pedro como reforço, o Flamengo superou a concorrência de Grêmio e de outros quatro clubes europeus que tinham interesse no atacante. Passadas as tratativas, o discurso do estafe do jogador é de que o rubro-negro sempre foi a melhor opção para o atleta desde que os interessados começaram a procurar a Fiorentina.

O argumento é de que a transferência para a Gávea, por empréstimo, era a alternativa mais segura à disposição de Pedro. Isso tanto financeiramente como esportivamente.

Certamente, pesa para essa sensação de segurança o fato de o rubro-negro ter um time vencedor, acertado taticamente. Em tese, uma equipe afinada facilita adaptação de novos jogadores. Por outro lado, a briga para ser titular, teoricamente, deve ser mais difícil do que seria no Grêmio, por exemplo.

Jogar em outra equipe europeia, também em tese, poderia trazer mais problemas de adaptação ao brasileiro. E um novo insucesso na Europa seria desastroso para sua carreira.

O atual campeão carioca, brasileiro e da Libertadores também passa sensação de tranquilidade ao mercado por estar equilibrado financeiramente.

Apesar dessa narrativa, durante as tratativas, parte do stafe do jogador entendia que o melhor para a carreira dele era a permanência na Europa. Por essa linha de raciocínio, o retorno ao Brasil após um curto período na Itália poderia desgastar a imagem de Pedro.

Por sua vez, o atacante sempre deixou clara para seus interlocutores a preferência pela proposta flamenguista.

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Blog do Perrone