PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Vinte projeções para 2020

Perrone

01/01/2020 12h37

 

Abaixo, em 20 pontos, o que este blogueiro espera para 2020.

1 – O Flamengo é favorito para vencer a Libertadores  e o Brasileirão.

2 – O Cruzeiro deve voltar com facilidade para a Série A.

3 – Luxemburgo é candidato a melhor treinador do Paulista, mas deve ter dificuldades para terminar o ano como técnico do Palmeiras. A sombra do Flamengo será um problema.

4 – Luan deve brilhar no Corinthians.

5 -Alisson é o favorito para terminar o ano como jogador mais importante da seleção brasileira.

6 – Jesualdo Ferreira deve ter os mesmos problemas com José Carlos Peres que Jorge Sampaoli teve.

7 – O Corinthians vai continuar gastando mais do que pode.

8 – Pato não deve jogar muito mais do que o pouco que jogou pelo São Paulo em 2019.

9 – Fluminense, Vasco e Botafogo não devem diminuir a desvantagem técnica que têm para o Flamengo.

10 – Coudet deve fazer sucesso como técnico do Inter.

11 – O Galo é favorito para ganhar o Mineiro.

12 – O futebol feminino deve ter  mais um ano de lenta evolução no Brasil.

13 – Rogério Ceni deverá ser um fantasma para Fernando Diniz no São Paulo.

14 – Neymar provavelmente jogará muito pelo PSG, mas dificilmente fechará o ano entre os três melhores do mundo. A concorrência é muito forte.

15 – Martinelli deve se consolidar como novo astro brasileiro na Europa.

16 – Você vai passar muita raiva com o VAR nos jogos do seu time.

17 – O Red Bull Bragantino tende a encostar nos grandes do futebol brasileiro.

18 – A direção do Flamengo ainda deve fazer o clube passar muita vergonha por causa da briga na Justiça com familiares das vítimas da tragédia no Ninho do Urubu.

19 – A seleção brasileira continuará fazendo amistosos sem sentido diante de adversários fracos.

20 – O Athletico deve ganhar mais posições no grupo dos grandes do futebol nacional.

 

 

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Blog do Perrone