PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Despesa do Corinthians em 6 meses é maior do que com tricampeões paulistas

UOL Esporte

28/07/2020 08h01

O Corinthians se classificou para as quartas de final do Paulista na última rodada da primeira fase precisando da ajuda do São Paulo, que venceu o Guarani, com gasto no departamento de futebol no primeiro semestre superior ao gasto do ano passado no mesmo período. Em 2019, o alvinegro conquistou o tricampeonato estadual.

De acordo com o balancete financeiro publicado no site do clube, a despesa operacional do futebol nos seis primeiros meses de 2020 foi de R$ 221.009.000. O valor registrado no final de junho do ano passado foi de R$ 219.100.000.

De acordo com o documento oficial, porém, o gasto com pessoal (item no qual são registrados os salários) foi menor no primeiro semestre deste ano. A despesa foi de aproximadamente R$ 91,7 milhões contra cerca de R$ 113 milhões nos seis primeiros meses de 2019. Em 2020, no entanto, houve um corte de 25% nos salários por conta da suspensão do Estadual por causa da pandemia de covid-19.

O maior aumento de gasto foi registrado em "custo com venda e aquisição de atletas". Foram por volta de R$ 54 milhões até o final de junho deste ano e cerca de R$ 3,1 no primeiro semestre de 2019.

Ao mesmo tempo em que gastou mais com um time que sofreu para evitar a eliminação na primeira fase do Paulista do que com o elenco tricampeão, o Corinthians registrou receita maior até junho de 2020 do que nos seis meses iniciais de 2019. A receita operacional líquida (descontados impostos) no departamento de futebol alvinegro até o mês passado foi de aproximadamente R$ 281,5 milhões. No primeiro semestre de 2019 entraram nos cofres alvinegros por meio do futebol cerca de R$ 179,1 milhões.

A diferença do resultado financeiro final é tão brutal quanto a diferença de desempenho dos times de 2019 e 2020. O Corinthians fechou o primeiro semestre desse ano com superávit no futebol de cerca de R$ 36,4 milhões. O mesmo período do ano passado terminou com déficit de aproximadamente R$ 68,4 milhões no departamento.

Contando todas as áreas do clube, o superávit registrado até junho deste ano pelo Corinthians foi de cerca de R$ 4,4 milhões contra um déficit de aproximadamente R$ 94,9 no mesmo período de 2019.

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Blog do Perrone