PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Vandalismo em arena indica segurança ruim e é constrangedor para Palmeiras

Perrone

22/07/2020 11h51

Os atos de vandalismo na Arena Corinthians, que amanheceu com pichações provocativas de cunho palmeirense, são indecentes, além de constrangedores para o Palmeiras. Ao mesmo tempo, escancaram como é pífia a segurança da arena alvinegra.

Obviamente, é preciso ser comprovada a autoria por parte de palmeirenses. Mas o o fato de as provocações fazerem, ao menos indiretamente, referência ao alviverde, basta para constranger a direção do Palmeiras. A diretoria comandada por Maurício Galiotte certamente não concorda com tais atos. E o clube não tem a ver com isso.  Mas não deixa de ser constrangedor saber que há indícios de que um ou outro torcedor de seu time, que não representa a maioria, foi capaz de levar a cabo plano tão estúpido.

Além de vandalismo, quem escreveu no gramado "8 x 0", placar da histórica goleada aplicada pelo Palestra Itália no rival em 1933, confessou sua própria burrice. Não só por ser evidente que não é tão difícil descobrir os autores, mas também porque o gesto automaticamente motiva o time corintiano.

Nem é preciso que a comissão técnica gaste tempo botando pilha no time. É uma motivação natural.

Isso vai ser decisivo no jogo? Provavelmente não. Mas não é inteligente dar motivação ao rival.

Do lado corintiano, porém, não pode haver só indignação, brio e sede de justiça. É preciso autocrítica para avaliar como um patrimônio gigantesco é tão mal protegido. Há poucos vigias? Não existe um sistema de monitoramento de câmeras em tempo integral? Os seguranças são incompetentes ou não têm estrutura para trabalhar? Respostas precisam ser dadas para sócios e torcedores. Erros devem ser sanados rapidamente.

Abaixo, leia nota emitida pela diretoria do Corinthians sobre o vandalismo.

"O Sport Club Corinthians Paulista lamenta a ação de vândalos palmeirenses que, ao arrepio da lei e da ordem, invadiram criminosamente o interior da Arena Corinthians na madrugada desta quarta com o único objetivo de depredar suas instalações. O clube comunica que já lavrou boletim de ocorrência por invasão de propriedade particular e que as imagens do sistema de câmeras de monitoramento serão disponibilizadas e auxiliarão as autoridades na identificação e punição exemplar aos responsáveis por ato vil e covarde e que não condiz com a grandeza e com a estatura da agremiação envolvida no confronto esportivo previsto para a noite desta quarta na Casa do Povo".

 

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Blog do Perrone