Blog do Perrone

Arquivo : Hernanes

São Paulo diz já trabalhar pela permanência de Hernanes, mas faz mistério
Comentários Comente

Perrone

O São Paulo nem esperou o Brasileirão terminar para trabalhar na permanência de Hernanes após o final de seu empréstimo, em julho de 2018. A diretoria afirma já atuar pela continuidade do meio-campista.

A avaliação foi de que devido a importância que ele teve na recuperação da  equipe, o mais prudente seria não esperar para iniciar a operação, apesar de o jogador ter ainda um semestre pela frente com a camisa do clube.

A estratégia adotada, porém, é agir em silêncio. Os tricolores esperam repetir o que fizeram quando o atleta retornou ao clube sem que a negociação vazasse antes de ser concretizada. A diretoria não revela nem se já fez proposta ao Hebei Fortune, com quem o brasileiro mantém vínculo.

Como mostrou o UOL Esporte, há um obstáculo financeiro que preocupa os são-paulinos. O time brasileiro paga hoje R$ 500 mil mensais ao ídolo. Esse é o teto salarial no Morumbi. Mas Hernanes ganha cerca de R$ 2 milhões por mês, já que os chineses completam a quantia.

Diante do destaque que o atleta conseguiu no Brasileirão, é improvável que o Hebei aceite manter o empréstimo dele e no mesmo formato financeiro. Comprar os direitos econômicos de Hernanes também não é missão simples. Os chineses adquiriram o brasileiro por 10 milhões de euros (R$ 37,9 milhões) junto a Juventus da Itália. O montante vultuoso não combina com uma das prioridades da atual gestão: cortar gastos.

 


Opinião: os quatro principais responsáveis pela evolução do São Paulo
Comentários Comente

Perrone

Hernanes

A chegada do meio-campista colocou a equipe em outro patamar. O São Paulo passou a ter um jogador que decide partidas, mantém a regularidade e combina experiência e força emocional para enfrentar o momento desesperador de luta contra o fantasma da B. Ele contagiou tecnicamente e emocionalmente os companheiros.

Diretoria

Conseguiu reforçar a equipe após a saída de atletas negociados. Além de Hernanes, Petros foi uma contratação de alto nível. Jogadores contratados no início do ano também se destacam, como Jucilei e Lucas Prato. O volante esteve quase sempre bem. Já o atacante evoluiu junto com a equipe. Os acertos, porém, não mudam o fato de que a direção foi a principal responsável pela situação delicada. Tudo começou com a decisão de montar um planejamento com o estreante Rogério Ceni e depois dar pouco tempo para ele desenvolver seu trabalho. A inexperiência do ex-goleiro como técnico foi questionada, mas todos sabiam que ele estreava estreando na profissão.

 Torcida

Organizadas hostilizando os jogadores e as arquibancadas do Morumbi às moscas. Esse histórico são-paulino em momentos de futebol ruim foi deixado de lado. O torcedor lotou jogos e até treino. Não esperou o clube ser rebaixado para dar demonstração de força. O apoio da massa ajudou os jogadores a terem calma para saírem do buraco.

Dorival Júnior

Custou, mas o treinador deu padrão de jogo à equipe. Nas últimas partidas conseguiu acabar com os erros infantis na defesa (bata na madeira, tricolor). A equipe também passou a ser mais objetiva no ataque. A atuação na vitória contra o Santos foi digna de time que briga pelo título.


Opinião: Hernanes destoa do time e vira sinônimo de esperança no São Paulo
Comentários Comente

Perrone

Na vitória deste domingo por 3 a 2 sobre o Cruzeiro, Hernanes se consolidou como sinônimo de esperança contra o rebaixamento para a torcida do São Paulo. Com dois gols (um de falta e outro de pênalti), e a cobrança de escanteio para Arboleda marcar, o meio-campista destoou dos colegas.

Hoje, Hernanes é o único jogador são-paulino que não demonstra merecer a queda para a Série B do Brasileiro. Tecnicamente e taticamente ele é superior aos colegas.

Coletivamente, o São Paulo segue desorganizado e cometendo erros infantis. A postura da maioria dos atletas é mais de quem sente a pressão do risco de degola do que de ter forças para lutar contra a queda. Nesse ponto, o jogador que acaba de retornar o clube também destoa. Tem muito mais tranquilidade e confiança do que os companheiros.

Mesmo com a vitória importante no Morumbi, o futebol demonstrando foi pequeno perto do tamanho da missão que os comandados de Dorival Júnior têm pela frente.

Mas, muitas vezes no futebol um jogador só é capaz de fazer a diferença. E esse parece ser o caso de Hernanes.


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>