Blog do Perrone

Arquivo : Paulinho

Opinião: condição física é obstáculo para o hexa
Comentários Comente

Perrone

A comissão técnica da seleção brasileira não tinha motivos para dar o alerta. Mas, aos poucos, ficou claro que o estado físico dos jogadores da seleção brasileira é um dos maiores obstáculos rumo ao hexa.

Douglas Costa é a baixa da vez. Renato Augusto, Fred e Danilo já tinham dado dor de cabeça. Neymar e Fagner chegaram se recuperando de lesões.

No caso do atacante, a preocupação demonstrada por seus colegas de time em relação a ele nos últimos dias pode ser interpretada como um sinal de que vai ser mais difícil o camisa 10 estar 100% fisicamente na Rússia do que o grande público esperava.

Alguns jogadores, como Paulinho, citam o cansaço de fim de temporada europeia como um problema. Isso praticamente todas as seleções enfrentam.

A comissão técnica da seleção tem tamanho e estrutura inéditos. Logo se imagina que ela é capaz de saltar o obstáculo, apesar de o sarrafo estar lá no alto.

Para este blogueiro, a impressão é de que a cada dia fica mais difícil acreditar no título na Rússia. E que se ele for conquistado será com sofrimento, sem sobras ou grandes espetáculos. Ou seja, exatamente como nas duas primeiras rodadas


Opinião: Tite indica que não vai ‘morrer abraçado’ com atleta de confiança
Comentários Comente

Perrone

Tite tem um histórico de seguir com seus homens de confiança até o fim. Não importa o que aconteça.

Em 2013, por exemplo, foi criticado por não ter reformulado o elenco campeão da Libertadores e do mundo no ano anterior.

O time caiu de rendimento, terminou o Brasileiro em décimo lugar e o treinador “morreu abraçado” com alguns jogadores.

Na caminhada rumo à Copa do Mundo ele teve paciência com momentos de baixa de alguns de seus preferidos e os segurou até chegar em solo russo.

Porém, já no empate por um gol com a Suíça, no último domingo, ele mostrou não estar disposto a afundar abraçado com quem não tenha bom rendimento.

Aos 25 minutos do segundo tempo Paulinho e Casemiro já tinham saído para as entradas de Renato Augusto e Fernandinho.

Casemiro jogava bem, mas tinha cartão amarelo. Paulinho, um dos atletas em que Tite mais confia, jogou muito menos do que sabe. Ele é sério candidato a perder a vaga para Renato Augusto se não reagir diante da Costa Rica.

A situação de Paulinho é emblemática. Se ele não está seguro, ninguém está.

Tite acertará em cheio se mantiver a linha de não preservar ninguém. O tempo de recuperação para os atletas é curto como a competição. Não dá para esperar por ninguém. O treinador sinalizou entender isso e estar disposto a mudar seu estilo em busca do hexa.


Estatísticas mostram Casemiro eficiente no ataque e na defesa
Comentários Comente

Perrone

As estatísticas do amistoso entre Brasil e Croácia no último domingo (3) mostram que Casemiro foi fundamental tanto na defesa quanto no apoio ao ataque. De acordo com dados do site Footstas, ele esteve entre os mais eficientes nos fundamentos tanto atrás como na frente.

O apoio aos meias e atacantes ficou visível no segundo gol brasileiro, quando o volante deu assistência para Firmino marcar. Ele ainda foi o jogador do time de Tite que mais deu passes para os companheiros finalizarem: três.

Casemiro ainda aparece com o quarto atleta brasileiro que mais acertou passes. Foram 55 contra 90 de Thiago Silva, melhor passador. O jogador do Real Madrid só errou um passe. Em termos comparativos, Paulinho, seu colega de posição, acertou 36 passes e errou 3.

Ao lado de Marcelo e Filipe Luís, Casemiro ajudou defensivamente a equipe com três desarmes. Eles foram os que mais desarmaram os croatas.

O volante ainda foi o único brasileiro a acertar um cruzamento além de Willian. A diferença é que ele fez só duas tentativas contra sete do companheiro.


Preocupação com lateral e Paulinho no topo. As lições do jogo na Rússia
Comentários Comente

Perrone

É indiscutível que a Rússia foi um bom teste para a seleção brasileira. Apesar da derrota por 3 a 0, os russos dificultaram o jogo para a equipe de Tite no primeiro tempo. O amistoso em Moscou serviu para mostrar que…

… apesar de Neymar, Gabriel Jesus e Coutinho, Paulinho pode se transformar no jogador mais importante do Brasil na Copa do Mundo. Sua atuação ofensiva no segundo tempo foi fundamental pra desmantelar o sistema defensivo russo. O volante sofreu um pênalti, marcou um gol e por muitas vezes se apresentou como opção para os companheiros no ataque.

… Tite precisa se preocupar com seu lateral direito titular. Daniel Alves errou passes perigosamente. Uma dessas falhas, na etapa inicial, quase resultou em gol russo.

… será preciso de muita velocidade para derrubar retrancas na Copa do Mundo. Diante da Rússia, essa rapidez só foi alcançada na etapa final. No primeiro tempo, o Brasil sofreu para entrar na área adversária.

… ainda é necessário encontrar uma fórmula para Gabriel Jesus ser mais efetivo contra adversários que fecham bem a grande área.

… dá pra jogar bem sem Neymar, caso ele tenha algum problema no Mundial. Se isso acontecer, a seleção vai depender muito de Paulinho e Coutinho.

 

 


Opinião: os pontos positivos e o risco para seleção com Coutinho no Barça
Comentários Comente

Perrone

Na opinião deste blogueiro, a transferência de Philippe Coutinho do Liverpool para o Barcelona tem mais pontos positivos do que negativos para a seleção brasileira. Veja abaixo.

Pontos positivos

1 – Entrosamento

Jogando no Bracelona, Coutinho poderá chegar ao Mundial ainda mais entrosado com Paulinho, seu parceiro no meio-campo da seleção brasileira.

2 – Concentração

Com o futuro definido, o meia estará livre de negociações durante o período da Copa, em que o mercado europeu se agitará por conta de transferências. Ele não terá que dividir sua atenção entre seleção e negociações.

3 – Bom exemplo

Coutinho já tinha sua carreira consolidada e se destacava quando Tite assumiu a seleção brasileira. Porém, suas atuações no time nacional sob o comando do ex-corintiano ajudaram a valorizá-lo a ponto de se transformar na segunda maior contratação da história. Não foi primeiro caso. O treinador recolocou Paulinho na vitrine. Graças às primorosas atuações dele pelo Brasil, o Barça o contratou. O novo episódio com Coutinho é mais um exemplo para reforçar a confiança dos atletas no técnico e acreditar que ele pode ajudá-los também a alcançar metas pessoais.

Ponto negativo

Risco

Coutinho pode demorar a se adaptar ao Barça. Na pior das hipóteses, viraria reserva e chegaria ao Mundial da Rússia sem ritmo de jogo. Mas as qualidades do meia, a fase que ele atravessa e o dinheiro investido pelos catalães sugerem que o risco é pequeno.

 


Opinião: Tite mudou rumo da carreira de Paulinho com nova chance na seleção
Comentários Comente

Perrone

A contratação de Paulinho pelo Barcelona simboliza quanto uma convocação para a seleção brasileira pode mudar a vida de um jogador. Quase esquecido na China, o volante voltou a atuar pelo Brasil mais pela confiança depositada nele por Tite do que pelo seu rendimento naquele momento.

O jogador aproveitou a chance e se transformou num dos principais jogadores da equipe. Virou fundamental para a seleção e fez por merecer sua volta à elite do futebol.

Apesar de seus enormes méritos pessoais, o ex-corintiano deve agradecer a Tite pelo fato de aos 29 anos ter a maior oportunidade de sua vida. Se suas atuações estivessem restritas ao futebol chinês, por melhor que fossem, dificilmente ele chamaria a atenção do Barça ou de outro gigante europeu. Certamente não encontraria alguém disposto a pagar 40 milhões de euros (cerca de R$ 151 milhões).

Agora Paulinho terá o maior desafio de sua carreira. Depois de não decolar no Tottenham, tem o que pode ser sua derradeira chance de mostrar ser um jogador de ponta na Europa.

A missão é mais desafiadora do que brilhar na seleção brasileira porque no time nacional ele conta com um técnico que conhece muito bem suas virtudes e defeitos e que montou um esquema no qual ele tem papel fundamental. No Barcelona tudo será novo. A cobrança será diária, enquanto a seleção se reúne de tempos em tempos. Pela solidez de esquema tática que o Barça já possui, a tendência é que ele seja menos decisivo do que é na seleção. Ou seja, terá que lutar mais para se destacar.

Porém, se conseguir brilhar tanto no Barcelona como tem feito na seleção, Paulinho vai alcançar um patamar que talvez ele mesmo não esperasse mais.

Para Tite, a transferência pode ser ótima ou péssima. Se o volante deslanchar na Catalunha, a seleção brasileira ganha pelo fato de ele trocar o futebol chinês por competições de primeira linha. Se ficar na reserva, poderá perder ritmo de jogo e ter seu desempenho pelo Brasil afetado perto da Copa do Mundo da Rússia.


Barcelona vê como certa contratação de Paulinho
Comentários Comente

Perrone

Após seguidas recusas do Guangzhou Evergrande em negociar Paulinho, o Barcelona vê uma reviravolta na situação e já dá como certa a contratação do volante.

O clube catalão se recusa a pagar a multa rescisória de 40 milhões de euros (R$ 146,6 milhões), mas se vê perto de fechar a operação na casa dos 30 milhões de euros (R$ 109,9 milhões).

A conversa entre as duas agremiações evoluiu após a postura inicial dos chineses de só aceitarem a liberação mediante o pagamento da multa. O volante da seleção brasileira insistiu com seus patrões que quer jogar no Barça, o que pesa na negociação.

O clube asiático chegou a recusar uma oferta de 20 milhões de euros (R$ 73,3 milhões) e outra de 27 milhões de euros (R$ 98,9 milhões).

Entre Paulinho e Barcelona nunca houve entraves. O jogador mostra entusiasmo pela oportunidade de atuar ao lado de alguns dos principais atletas da atualidade, como Messsi e Neymar, desejado pelo PSG.

Jogar no Barcelona representaria para ele a chance de se preparar para a Copa do Mundo da Rússia em um nível mais alto do que disputando o Campeonato Chinês.

 


Nova proposta do Barcelona por Paulinho pode chegar a R$ 100,4 milhões
Comentários Comente

Perrone

O Barcelona prepara uma nova proposta para o Guangzhou Evergrande por Paulinho que pode chegar a 27 milhões de euros (aproximadamente R$ 100,4 milhões). O número final ainda não tinha sido fechado até a conclusão deste post.

Os chineses já recusaram 20 milhões de euros (R$ 70,3 milhões) propostos pelos espanhóis. Desde então, como mostrou o UOL Esporte, o volante passou a esperar por uma nova tentativa de 25 milhões de euros (R$ 92,9 milhões).

A favor do Barça está a vontade do jogador, que deixou claro seu desejo de se mudar para a Espanha. Lá ele se prepararia em um nível mais elevado para disputar a próxima Copa do Mundo. Além disso, o volante falou da vontade de atuar ao lado de alguns dos melhores jogadores do mundo.

Porém, a avaliação no Barcelona é de que os chineses são negociadores duros e de que não será fácil dobrá-los. “Paulinho, que renovou seu contrato em janeiro de 2017, é um jogador muito importante para nosso projeto a longo prazo”, escreveu a direção do clube chinês ao anunciar que recusou a oferta do Barça.

A multa rescisória do brasileiro é de 40 milhões de euros (cerca de R$ 140,7 milhões), quantia que os espanhóis não cogitam desembolsar.

 

 


Talento individual + força coletiva = igual a outra vitória do Brasil
Comentários Comente

Perrone

O Paraguai foi um adversário complicado na Arena Corinthians, apesar da derrota por 3 a 0. Teve pouco apetite ofensivo, mas foi faminto na marcação. Diminuiu espaços para a seleção brasileira e poderia ter dificultado muito mais as coisas. Não complicou por causa da combinação entre organização tática e talento individual, que já se tornou uma característica da equipe comandada por Tite.

Foi a disciplina tática que permitiu ao volante Paulinho (ele mais uma vez) apoiar o ataque sem comprometer a defesa e ajudar na abertura do placar. Os talentos do ex-corintiano e de Philippe Coutinho para se virar sem espaço completaram o lance que culminou com o primeiro gol brasileiro.

Também organizado taticamente, o Paraguai não se desesperou e nem abriu a porteira. De quebra viu seu goleiro defender um pênalti cobrado por Neymar, que na base do talento individual fez o segundo do Brasil. Os brasileiros  buscaram o gol sem abrir buracos que permitissem o contra-ataque paraguaio.

No final, após receber de Coutinho, Paulinho, de novo, serviu com maestria Marcelo, autor de mais um golaço da equipe de Tite. Assim, um jogo que poderia ser suado terminou com o folgado placar de 3 a 0 em mais uma demonstração de como a aplicação tática favorece os jogadores habilidosos dessa seleção.


Nova seleção combina transpiração e inspiração para vencer
Comentários Comente

Perrone

A vitória sobre o Equador por 3 a 0 nesta quinta pelas Eliminatórias premiou o esforço de Tite e sua comissão técnica para acelerar o processo de fazer a seleção brasileira assimilar o estilo de seu novo treinador.

As conversas com técnicos de clubes e a escalação de velhos conhecidos de Adenor deram resultado, pois é impressionante como já no primeiro jogo com Tite a seleção mostrou uma nova cara.

É um time que combina melhor aplicação tática e talento individual do que a seleção de Dunga. Mistura a transpiração de Paulinho com a inspiração de Neymar, Gabriel Jesus, autor de dois belos gols, e Philippe Coutinho. O novo Brasil já sabe o que fazer quando está com a bola e sem ela. Marca a saída de bola do rival, tenta triangulações e chega ao ataque até com volante.

Evidentemente, o treinador ainda tem muito trabalho pela frente, com fazer Daniel Alves ser mais útil no novo esquema, ou dar a camisa dele para Fágner.

É cedo para empolgação, mas o torcedor brasileiro, enfim, já pode sonhar com dias melhores para a equipe nacional.