Blog do Perrone

Arquivo : Roger Guedes

Agente fala em sondagem da China por R. Guedes, mas não anima Palmeiras
Comentários Comente

Perrone

Com José Edgar de Matos, do UOL, em São Paulo

Na última terça, Fernando César, agente do zagueiro Pablo, sondou o Palmeiras sobre Roger Guedes. Conforme apurou o blog, o empresário disse para Alexandre Mattos, diretor palmeirense, apenas que há um clube chinês interessado no jogador. Não apresentou uma proposta e nem falou o nome do time. Apenas quis saber da possibilidade de o atacante ser vendido.

A direção alviverde tem interesse em negociar o atleta, mas não se animou com a procura. A avaliação é de que o contato foi muito superficial.

Os palmeirenses acreditam que Guedes vale pelo menos oito milhões de euros. Porém, o clube aceita analisar propostas inferiores. A equipe paulista tem apenas 25% dos direitos econômicos. O restante pertence ao Criciúma.

Paulo Pitombeira, empresário do jogador, diz desconhecer a sondagem feita pelo agente de Pablo.

César não quis dar entrevista ao blog sobre o assunto.

Ao conversar com o agente de Pablo, Mattos não fez proposta pelo zagueiro, fora dos planos do Corinthians para a próxima temporada. O entendimento da diretoria do Palmeiras é de que não há a necessidade de contratar alguém para a posição neste momento. Por sua vez, Pablo recebeu proposta do Atlético-MG.


Ofertas recusadas pelo Palmeiras pegam mal com agentes credores do clube
Comentários Comente

Perrone

A decisão do Palmeiras de recusar ofertas milionárias por alguns de seus jogadores pegou mal entre parte dos empresários que têm pagamentos atrasados a receber do clube. Nenhum deles se queixa publicamente, mas nos bastidores há os que tratam o gesto alviverde como contraditório. Na visão deles, o clube não está em condições de rejeitar grandes negócios, pois tem débitos para quitar.

O sentimento é de que o Palmeiras deveria ter feito ao menos uma venda e usado fatia da bolada para reduzir suas dívidas com eles.

Curiosamente, entre os jogadores que poderiam ser vendidos estão atletas ligados a empresários credores do clube. Em tese, se eles fossem negociados, seus agentes receberiam os atrasados.

É o caso do zagueiro Vitor Hugo. O Palmeiras, dono de metade dos direitos econômicos dele, recusou 7 milhões de euros oferecidos pela Fiorentina por ele ao mesmo tempo em que deve três parcelas referentes à comissão pela intermediação de sua contratação ao escritório que representa o jogador. Nesse caso as duas partes seguem negociando amigavelmente o pagamento da dívida, pois não houve manifestação de revolta do estafe do atleta com a recusa.

Episódio semelhante envolve Dudu, que interessava ao futebol chinês, mas teve sua transferência descartada pelo presidente Paulo Nobre. No final de abril, a empresa Think Ball & Sports Consulting entrou na Justiça cobrando mais de R$ 560 mil referentes a pagamentos atrasados de comissão pela intermediação da negociação.

Outro que tem prestações atrasadas por ter levado um jogador ao clube é o ex-atleta Lincoln, empresário de Leandro Almeida, emprestado ao Internacional.

O Palmeiras ainda recusou proposta do Spartak de Moscou por Róger Guedes, que tem 25% de seus direitos econômicos vinculados ao alviverde.

Indagada sobre o motivo dos atrasos, a diretoria do Palmeiras respondeu por meio de sua assessoria de imprensa que o clube “não se manifestará por entender que o Blog do Perrone não é o foro adequado para discutir seus assuntos financeiros”.


Centralizador, Cuca ofusca Mattos no Palmeiras
Comentários Comente

Perrone

Cuca conversa com Dudu durante treino do Palmeiras (Crédito: Cesar Greco/Fotoarena)

Cuca conversa com Dudu durante treino do Palmeiras (Crédito: Cesar Greco/Fotoarena)

Cuca arranca elogios de cartolas palmeirenses não só pelo trabalho que desenvolveu até aqui em campo. Também é parabenizado por sua atuação fora dos gramados.

O treinador é centralizador, o que muitas vezes gera críticas de dirigentes nos clubes, mas não no caso palmeirense. O comandante ouve praticamente todos os funcionários com ação direta no trabalho da equipe, tenta resolver problemas, e dificilmente acontece algo que ele não fique sabendo.

Esse estilo acabou ofuscando o executivo Alexandre Mattos, que ganhou amplos poderes do presidente Paulo Nobre e com quem o treinador mantém bom relacionamento.

Mattos é constantemente criticado por conselheiros, principalmente pela quantidade de reforços que trouxe sem êxito. E escolher bem jogador passou a ser um dos pontos valorizados em Cuca.

Roger Guedes, um dos destaques do time no Brasileiro, foi pedido pelo técnico. O atleta já chamou a atenção de representantes do Barcelona. Recentemente, Cuca disse para a Rádio Transamérica que quem o alertou para o bom desempenho do jogador ainda no Criciúma foi Cuquinha, seu irmão e assistente.

O treinador também passou a ser visto como estrategista fora do campo por sua atuação em relação a Lucas Barrios. Ele criticou o paraguaio em entrevista afirmando que o atacante disse estar infeliz no clube e interessado em se transferir, além de ter demorado para se recuperar de contusão. O atleta, no entanto, rebateu o técnico em rede social e no programa Seleção Sportv. O técnico telefonou para emissora e se posicionou imediatamente diante das declarações do jogador. Depois, em reunião que contou com a presença de Nobre, eles se acertaram.

Para parte dos conselheiros do Palmeiras, Cuca criticou Barrios para definir se ele continuaria no clube e motivar o atleta. A análise é de que atingiu o objetivo.

Além de sua atuação fora de campo, o treinador é reconhecido no Palmeiras como um técnico que conseguiu dar padrão de jogo ao time e preparou eficientes jogadas ensaiadas. Seu antecessor, Marcelo Oliveira, era cornetado por não definir um estilo de jogo para o alviverde.

VEJA TAMBÉM:

Dudu é cortado e desfalca Palmeiras diante do Sport em Recife

Gabriel Jesus vira “resposta” do Real à renovação de Neymar no Barça, diz jornal


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>