Blog do Perrone

Arquivo : protesto

Após protesto ao lado da sala de Andrade, torcedores esperam por reunião
Comentários Comente

Perrone

 

Divulgação

Foto enviada ao blog por conselheiro do Corinthians mostra protesto no andar da sala de Andrade

Torcedores responsáveis por protesto que assustou funcionárias que trabalham para o presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, esperam ser recebidos pelo dirigente nesta terça-feira para apresentarem pessoalmente suas queixas.

O grupo de manifestantes conseguiu chegar até a recepção do quinto andar do prédio social do Parque São Jorge, onde fica a sala de Andrade. Eles agiram pacificamente, estenderam faixas protestando contra a diretoria, o Conselho Deliberativo e os terceiros uniformes do clube, que não são em preto e branco.

Andrade não estava no local, e os manifestantes protestaram em frente à secretária dele e mais uma funcionária, que temeram pelo que poderia acontecer. Eles deixaram o local depois de ouvirem que serão recebidos pelo cartola.

O presidente alvinegro já tinha sido eleito como alvo de torcedores na área mais cara da Arena Corinthians durante a derrota por 2 a 0 para o Palmeiras no último sábado, e respondeu aos xingamentos mostrando o dedo do meio para os descontentes. Depois, pediu desculpas. No mesmo dia, as torcidas organizadas também entoaram músicas contra Andrade e o diretor de futebol corintiano, Edu Ferreira, que ficou conhecido no clube como Edu da Gaviões por sua atuação na torcida.


São Paulo vai indagar ator na Justiça sobre quem é vagabundo
Comentários Comente

Perrone

A diretoria do São Paulo procura um advogado criminalista para questionar o ator Henri Castelli na Justiça sobre declarações dadas por ele contra os dirigentes são-paulinos.

Ao convocar torcedores para o protesto que terminou em invasão ao CT tricolor, roubos e agressões a jogadores no último sábado, Castelli se dirigiu à torcida da seguinte forma: “Você que há mais de dez anos vem sofrendo com a corrupção dentro da diretoria do São Paulo, com a incompetência desse bando de safado, vagabundo que usa o clube para se promover”.

A ideia é fazer indagações como quem são os safados e vagabundos citados por ele, quem praticou a corrupção mencionada e se ele tem provas contra os dirigentes que acusa. Dependendo das argumentações de Castelli, a diretoria o processará por difamação.

Também foi estudada a possibilidade de enquadrar o ator no estatuto do torcedor por supostamente incitar a violência. Esse crime prevê pena de um a dois anos de reclusão e multa. Porém, a hipótese perdeu força. O entendimento é de que seria difícil provar que ele incitou os torcedores a agirem de maneira violenta.

Em outra frente, a diretoria trabalha para que o comportamento de Castelli, sócio do clube, seja julgado pela comissão de ética da área social do clube. A letra b do artigo 27 do estatuto tricolor diz que o sócio deve respeitar os conselheiros, diretores e associados. Quem ferir a regra pode ser advertido, suspenso ou eliminado do quadro associativo.

O blog não conseguiu falar com o ator. Porém, em entrevista para a Rádio Jovem Pan, ele se disse surpreso com a possibilidade de ser processado, chamou a manifestação dos torcedores de legítima e justa e ainda se disse envergonhado com a reação da direção.

 


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>