Topo
Blog do Perrone

Blog do Perrone

Categorias

Histórico

Pedrinho e Antony vivem situações semelhantes em janela de transferências

Perrone

16/07/2019 04h00

Revelações de Corinthians e São Paulo, Pedrinho e Antony vivem situações semelhantes na atual janela europeia de transferências. Ambos são sondados por clubes europeus, seus times fazem jogo duro e assustam interessados, mas, mesmo assim, não é possível cravar a permanência deles até o encerramento do período de negociações.

A direção corintiana sinalizou ao mercado que não conversará sobre Pedrinho por menos de 35 milhões de euros (aproximadamente R$ 147,59 milhões). Já os são-paulinos anunciaram que recentemente recusaram oferta de 20 milhões de euros (cerca de R$ 84,3 milhões) por Antony sem revelar o pretendente. O blog apurou que se tratava do Manchester City numa parceria com o Sporting, onde ele atuaria por pelo menos uma temporada.

No caso de Pedrinho, conforme a apuração do blog, o Monaco é um dos que ficaram interessados e se assustaram com o valor idealizado no Parque São Jorge sem chegar a apresentar oferta oficial. No entanto, o estafe do atleta acredita que ainda pode chegar algo próximo do que o Corinthians quer.

Neste momento, há pelo menos três empresários tentando a colocação do jogador formado pelo Corinthians no mercado europeu. As atuações do meia-atacante pela seleção brasileira campeã do Torneio de Toulon são usadas como trunfo para tentar superar o "sarrafo alto" colocado pelo alvinegro.

Em relação a Antony também ainda há clubes que o monitoram. A observação mais antiga é feita pelo Ajax. No episódio envolvendo City e Sporting o atleta evitou forçar a barra para sair. Demonstrou entender que seria difícil para a diretoria se desfazer de mais um jovem talento enquanto a torcida cobra fortemente a conquista de um título. Ele também entendeu que pode se destacar ainda mais pelo São Paulo e conseguir uma transferência melhor.

Tudo isso não significa que Antony está garantido no Morumbi até o final do ano. Vai depender de como o mercado europeu digeriu a recusa dos são-paulinos por uma oferta que poderia chegar a 25 milhões de euros  (por volta de R$ 105,42 milhões) levando-se em conta bônus por desempenho.

No estafe do jogador, apesar de o discurso também ser de não pedir a venda de Antony, o entendimento é de ser possível que até o final da janela apareça oferta maior.

Antony e Pedrinho têm em comum o valor das multas rescisórias estipuladas em seus contratos. Ambas foram fixadas em 50 milhões de euros (aproximadamente R$ 210,84 milhões).

Sobre o Autor

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

Sobre o Blog

Prioriza a informação que está longe do alcance das câmeras e microfones. Busca antecipar discussões e decisões tomadas por dirigentes, empresários, jogadores e políticos envolvidos com o futebol brasileiro.

Mais Blog do Perrone