Blog do Perrone

Arquivo : Messi

Opinião: Neymar perde sem o brilho de Messi por perto
Comentários Comente

Perrone

No PSG, sem a sombra de Messi, Neymar terá mais chances de realizar o sonho de ser eleito o melhor do Mundo pela Fifa? Não acredito.

Na minha opinião, a transferência não livra o atacante da sombra do argentino, que continuará brilhando no Barça e sendo um adversário dificílimo a ser batido, assim como Cristiano Ronaldo, pra ficar em dois nomes.

Mais que isso. Em vez de fugir da sombra de Lionel, vejo Neymar perder o brilho de seu ex-companheiro. Por mais forte que fique o Paris Saint-Germain, o brasileiro não terá ao seu lado um colega com a mesma qualidade de Messi para transformar seus passes em gols ou para lhe servir. Essa parceira era boa para os dois. Um ajudava o outro a se destacar.

Conquistar grandes títulos, em especial a Liga dos Campeões da Europa, também é importante na construção do melhor jogador do mundo. Acredito que Neymar estaria mais perto desses triunfos no Barça. Claro que tem uma Copa do Mundo no ano que vem que pode ajudar o brasileiro a chegar o topo. Mas ele também teria essa chance se continuasse na Catalunha.

Vale lembrar que desde 2008, quando Cristiano Ronaldo defendia o Manchester United, um jogador que não atua na Espanha não é eleito melhor do mundo. Desde então, ele e Messi se revezam no primeiro lugar.

Não significa que este blogueiro entenda que o ex-camisa 11 do Barcelona errou ao  se mudar para Paris. Ninguém é capaz de fazer esse julgamento. Só ele sabe o quanto estava feliz ou não em sua ex-equipe. E apenas o próprio jogador pode medir o que atende melhor a seus anseios.

O ponto aqui é que se afastar de Messi não parece ser uma vantagem. Assim como sair do Barcelona também não parece. Será que Neymar seria a grife que é se nos últimos anos tivesse jogado pelo PSG? Teria ele tantos fãs no Japão e na China como tem?

O Barça é um dos clubes com mais seguidores no Mundo. Isso ajuda quem esta lá a ter mais visibilidade e a ganhar mais dinheiro com publicidade. O tamanho do clube catalão também serve para inflar os contratos publicitários de seus atletas. Certamente mais do que o PSG pode fazer. Se bem que pelos valores do contrato, Neymar não tem com o que se preocupar em termos financeiros.

O aumento de seus vencimentos será proporcional ao crescimento da responsabilidade. Ter que liderar o PSG rumo a uma guinada em sua história trará muita pressão. Como ele disse que precisava de desafios, encontrou o que queria.


Cartola fatura com uma propina mais do que Neymar em quatro meses
Comentários Comente

Perrone

Os valores movimentados pelo esquema de corrupção que desmoraliza o futebol mundial são impactantes até se comparados aos salários dos maiores astros da modalidade.

A história de J.Hawilla, o brasileiro que fez fortuna comprando e revendendo direitos transmissão de campeonatos, é o melhor ponto de partida para a comparação entre o faturamento de grandes jogadores e as cifras desse escândalo, chamado a partir de agora pelo blog de “propinobol”.

Réu confesso, o empresário fez um acordo para pagar US$ 151 milhões à Justiça americana por conta das ilegalidades cometidas no país, onde tem uma de suas empresas. Em euros são 135,9 milhões. Sabe quanto Messi, o futebolista mais bem pago do mundo, precisa trabalhar para ganhar essa quantia? Mais de dois anos. De acordo com a revista “France Football”, o argentino faturou 65 milhões de euros em 2014, entre salários, bonificações e acordos publicitários.

Só numa negociação admitida por Hawilla aos investigadores americanos rolou propina de US$ 15 milhões. O dinheiro era parte da comissão que ele recebeu para firmar acordo entre uma empresa de material esportivo americana e a CBF. As descrições e datas registradas no relatório das investigações dão a entender que a patrocinadora era a Nike. O recebedor do dinheiro é identificado como graúdo cartola da Fifa, Conmebol e CBF, credenciais que na época batiam com as de Ricardo Teixeira.

Para abocanhar a mesma quantia embolsada pelo tal dirigente (13,5 milhões em euros), Neymar teve que trabalhar quase quatro meses e meio em 2014. Segundo a mesma revista francesa, o brasileiro, uma das estrelas do Barcelona na final da Champions League, contra a Juventus, neste sábado, faturou 36,5 milhões de euros no ano passado. Cerca de 3 milhões de euros por mês.

A remuneração anual de Neymar é apenas 500 mil euros superior ao montante que a Datisa, empresa acusada de envolvimento no “probinobol”, aceitou pagar em propinas para cartolas da Conmebol. O suborno foi pelos direitos de transmissão de quatro edições da Copa América, segundo as investigações.

Você provavelmente nunca tinha ouvido falar em Datisa antes do escândalo. Talvez também não saiba direito quem é Jack Warner. Ele nunca foi jogador de futebol, mas em só uma negociata apontada pela Justiça americana teria embolsado o dobro do que o argentino Tevez ganha por ano.

Ex-vice da Fifa, Warner é acusado de receber suborno de US$ 10 milhões (9 milhões de euros) da África do Sul durante a campanha do país para sediar a Copa de 2010. De acordo com o jornal italiano “La Gazetta dello Sport”, Tevez, também finalista da Champions só que pela Juve, recebe 4,5 milhões de euros anuais. Os sul-africanos negam a corrupção.

Direto das Eliminatórias da Copa de 2010 saiu outro esqueleto do armário da Fifa. A entidade teria dado 5,6 milhões de euros para a Federação Irlandesa encerrar seus protestos por um erro de arbitragem que a tirou daquele Mundial. Foi na repescagem contra a França. O valor supera em 1,1 milhão de euros o ganho anual do francês Pogba, da Juventus, segundo números divulgados pela imprensa europeia.

Mas há também casos reais em real. A Justiça americana afirma que Hawilla aceitou pagar R$ 2 milhões por ano em propinas para serem divididos entre três cartolas brasileiros. Isso por ter comprado os direitos da Copa do Brasil.

A quantia repartida por eles corresponde a seis meses de trabalho do atacante Paolo Guerrero no Corinthians. Ele ganhava cerca de R$ 350 mil mensais no clube que acaba de trocar pelo Flamengo. Seja lá quem forem os dirigentes que receberam o suborno, nenhum deles marcou gol em final de Mundial de Clubes como o peruano diante do Chelsea, em 2012, no Japão.


Neymar abre caminho para ter paz no vestiário do Barça e idolatria na arquibancada
Comentários Comente

Perrone

Neymar começou sua trajetória no Barcelona com o pé direito. Como quem parecia seguir um roteiro cuidadosamente preparado, ele garantiu paz no vestiário do novo clube e idolatria da torcida. Pelo menos no início.

Ao dizer que quer ajudar Messi , o atacante demonstrou respeito ao “dono do time”. Foi como se falasse que não quer concorrer o principal astro da equipe. E se dar bem com o argentino é fundamental para quem quer ter tranquilidade no vestiário barcelonista.

Antes de se transferir, Neymar já tinha dito a membros de seus estafe que daria muito passes para o argentino. Na ocasião, a imprensa espanhola dizia que Messi não queria o brasileiro por lá. Algo que Montillo desmentiu para Neymar, em nome do argentino.

O ex-santista também cativou a sua nova torcida ao recusar uma oferta melhor do Real Madrid. E nesta segunda, em sua apresentação, colocou a cereja no bolo ao pronunciar a saudação em catalão usada pelos torcedores do clube: Visca el Barça.


Neymar frustra plano da Nike, que sofre dupla derrota para Adidas
Comentários Comente

Perrone

A vitória da Argentina sobre o Brasil significou uma derrota em dose dupla para a Nike, patrocinadora da CBF. O jogo representava a chance de a empresa fortalecer a imagem de Neymar, seu patrocinado, nos Estados Unidos. Por isso, a fábrica de material esportivo investiu fortemente em publicidade em volta da partida.

Porém, Neymar não brilhou como esperado. No final, a Nike viu o que era para ser a sua festa terminar numa celebração da rival Adidas. A concorrente triunfou duas vezes. Com a seleção argentina, sua patrocinada, e com Messi, seu garoto-propaganda. Com uma das melhores atuações por sua seleção, o argentino ofuscou a estrela da Nike.

A patrocinadora da seleção e do atacante santista, agora torce para que Neymar aproveite melhor a chance de crescer no mercado europeu, durante a Olimpíada de Londres.


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>