Blog do Perrone

Arquivo : agosto 2016

Opositor de Leco vai ao MP para tentar provar que não articulou invasão
Comentários Comente

Perrone

Em nota oficial, o São Paulo insinuou que a invasão ao seu CT por torcedores teve o dedo da oposição, mais especificamente de Newton Luiz Ferreira, o Newton do Chapéu, derrotado na última eleição para a presidência do clube. Ao blog, ele confirmou que esteve no sábado retrasado na escola de Samba da Torcida Independente, mas negou que tenha articulado o protesto.

Newton afirmou que vai encaminhar autorização para o Ministério Público quebrar seus sigilos fiscal e telefônico a fim de que o órgão investigue a acusação feita pelo clube. Em seu comunicado oficial sobre o tema, o São Paulo declarou que o ato foi “infelizmente fomentado por figuras que recentemente participaram de festejo com uma das torcidas presentes”. Em entrevista coletiva, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, presidente são-paulino, também demonstrou acreditar que o ato teve a participação da oposição.

“Pedirei ainda a quebra de sigilo telefônico e fiscal/financeiro de toda a diretoria do São Paulo, assim poderemos verificar todas as questões”.

Henrique Gomes, o Baby, presidente da Independente, principal torcida organizada do São Paulo, também negou que o movimento tenha sido articulado pela oposição e que uma das motivações seja a decisão da diretoria de parar de dar ingressos para as uniformizadas. “Mentira. Torcedor comum e organizadas estiveram presentes. Se não damos um chacoalhão agora, ano que vem é Série B”, disse o torcedor.

Abaixo, veja na íntegra nota encaminhada por Newton ao blog sobre o assunto.

 

“Adoro samba, inclusive sou um dos compositores, e disputei na escola de samba Dragões da Real, o samba enredo do carnaval de 2017, que perdi para um samba que considero melhor que o meu.

Estive na escola de samba Torcida Independente, no sábado passado, fui na quadra da Rosas de Ouro, e posteriormente, sugeri, a criação do sócio torcedor uniformizado, proposta que encaminhei ontem ao presidente do Conselho para que a diretoria analisa-se.

Enviarei uma autorização na segunda feira, para o Ministério Público Estadual, autorizando a quebra do meu sigilo telefônico, fiscal/financeiro, para que sejam investigadas as acusações feitas pelo comunicado do SPFC.

Pedirei ainda, a quebra do sigilo telefônico, fiscal/financeiro de toda a diretoria do SPFC, assim poderemos identificar todas as questões.

Outrossim, informo que em janeiro, foi divulgada declaração do Leco, onde afirmava categoricamente, na folha de São Paulo, a doação de 1.500 ingressos por jogo as organizadas”.

 


Denis e Michel Bastos são mais cobrados do que Gomes por cartolas do SPFC
Comentários 70

Perrone

Denis e Michel Bastos estão entre os mais criticados por membros da diretoria do São Paulo em meio aos maus resultados do time. A situação lembra o início do ano, quando os dois eram fortemente cobrados pela torcida e internamente também.

Agora as críticas de cartolas aumentaram. Quem faz barulho são os que participam da diretoria, mas não estão no departamento de futebol.

A queixa contra Denis é de que não se trata de fase, mas de seu nível como goleiro. Seguidas falhas mostram, na opinião de seus críticos, que ele não pode ser titular do time. A contratação com urgência de um substituto é pedida.

Já Michel Bastos voltou a ter o seu comprometimento com o time questionado exatamente como aconteceu antes de a equipe embalar na Libertadores.

A pressão sobre a dupla é maior do que a exercida sobre Ricardo Gomes. Apesar de enfrentar rejeição até de alguns diretores quando chegou ao Morumbi, o treinador tem sido menos criticado do que Denis e Michel. Mas seu trabalho também não agrada.


Neymar e pai desistem de tentar anular cobrança de R$ 459,6 mil da Receita
Comentários 86

Perrone

Neymar e seu pai desistiram de tentar anular cobrança de R$ 459.671,25 feita pela Receita Federal. A desistência foi homologada pela 4ª Vara da Justiça Federal em Santos na última quarta-feira (24).

Neymar e seu pai (Crédito: Javier Sorano/AFP)

Neymar e seu pai (Crédito: Javier Sorano/AFP)

 

Essa quantia havia sido depositada em uma conta extrajudicial pela dupla em 2012. Agora, foi determinado que a Caixa Econômica Federal providencie a transformação da verba em pagamento definitivo.

Em abril de 2014, Neymar da Silva Santos e seu filho entraram com uma ação na Justiça federal para tentar anular a cobrança. Em janeiro de 2016, como mostrou o UOL Esporte, perderam em primeira instância sendo condenados a pagar os cerca de R$ 460 mil à Receita Federal por conta de dívidas de imposto de renda contraídas, no entender do órgão federal, entre 2007 e 2008, quando o atacante ainda estava em formação no Santos, mas já recebia direitos de imagem.

 Os dois recorreram da decisão, mas agora desistiram de prosseguir com o recurso.

Receita Federal e Justiça entendem que os serviços prestados por Neymar ao alvinegro deveriam ter cobranças de impostos maiores em relação ao que foi pago por eles pelos recebimentos em direito de imagem. Neymar pai é um dos donos da empresa que cuida dos direitos de imagem do atleta.

O blog entrou em contato com a assessoria de imprensa da NN Consultoria, empresa da família de Neymar, que ficou de retornar assim que obtivesse informações junto ao advogado responsável pelo caso. A resposta não veio até a publicação deste post.

 Abaixo, veja reprodução da homologação da desistência publicada no site da Justiça Federal.

Reprodução

VEJA TAMBÉM

Jesus rebate críticas e defende ‘comprometido’ Neymar: ‘Ele é um líder’

Cartola do Barça vai ao Rio para explicar acordo na Justiça a pai de Neymar


Sporting troca dívida por 50% de André, e Corinthians não terá lucro agora
Comentários 54

Perrone

Com Pedro Lopes, do UOL em São Paulo, e Samir Carvalho, do UOL, em Santos

O atacante André assinou contrato por três anos com opção de renovação por mais dois com o Sporting, de Portugal, nesta quarta (24). Mas ao contrário do que pretendia, o Corinthians não terá lucro na operação. Pelo menos não agora. O time português topou apenas trocar a dívida de 2 milhões de euros que o alvinegro tinha pela compra de Elias para ficar com 50% dos direitos econômicos do jogador.

Conforme o blog apurou, o Sporting enviará 1 milhão de euros para o clube brasileiro, que se comprometeu contratualmente a usar o dinheiro para, em seguida, terminar de quitar a dívida por Elias com o próprio time português. A transação será feita por questões contábeis. Assim, não sobrará nada no caixa alvinegro em relação à venda.

Porém, o Corinthians poderá lucrar numa eventual futura negociação já que ficará com 30% dos direitos econômicos do jogador. O alvinegro paulista havia adquirido uma fatia de 80% junto ao Atlético-MG, que ficou com 20%.

Procurado pelo blog, Eduardo Ferreira, diretor de futebol corintiano, não confirmou a negociação. Afirmou que a venda só seria acertada na manhã desta quinta.


Apesar de passaporte europeu, venda de Rodrigo Caio ao Sevilla está travada
Comentários 11

Perrone

Apresentar passaporte europeu é uma exigência do Sevilla para contratar Rodrigo Caio, porém, apesar de ele ter sido liberado pelo São Paulo para viajar para a Itália e providenciar a documentação, a negociação com o clube espanhol está travada.

André Cury, empresário que intermediou a ida de Ganso para o Sevilla, apresentou pelo menos duas propostas para levar o zagueiro ao mesmo time. A direção tricolor não aceitou as ofertas e não as encarou como oficiais, por não terem vindo diretamente da equipe espanhola.

Nesse cenário, a negociação esfriou, ao mesmo tempo em que Rodrigo Caio entrou na mira de Milan e Lazio.

Apesar de não significar um indício de acerto com o Sevilla, a liberação do jogador para viajar é uma demonstração do interesse são-paulino em negociar o beque, que tem contrato até 2018. Além disso, era um antigo desejo do jogador obter o passaporte europeu via Itália.

Rodrigo tem pouco tempo para deixar tudo em ordem já que a atual janela de transferências para a Europa termina no final de agosto.


Empresário tenta convencer Lucas Lima a aceitar oferta inglesa
Comentários 25

Perrone

Wagner Ribeiro, agente de Lucas Lima, confirmou ao blog que o meia recebeu uma proposta da Inglaterra, como disse o jogador santista em entrevista coletiva na última segunda (22).

Porém, o empresário não revelou o nome do clube, alegando que a oferta veio encaminhada com uma cláusula de sigilo.

Ribeiro também disse que o Santos não recebeu proposta oficial dos ingleses. “Primeiro, preciso convencer Lucas a aceitar”, disse o empresário, deixando claro que, em sua opinião, o atleta deve pedir para o alvinegro negociar sua saída para a equipe misteriosa.

Acontece que o Santos, dono de apenas 10% dos direitos econômicos do atleta, não tem interesse em se desfazer do meia. A empresa Doyen Spports tem uma fatia de 80%, e o empresário Edson Khodor é o dono dos 10% restantes.

O contrato de Lucas com o Santos termina no final de 2017. Seis meses antes ele pode assinar pré-contrato com outra agremiação.

 


Perto do Sporting, corintiano André entra na mira do Porto
Comentários 38

Perrone

Praticamente fora do Corinthians, André ainda não tem seu destino definido. O Sporting ficou perto de anunciar a contratação do jogador nos últimos dias, mas agora o Porto manifestou interesse na contratação e pode atravessar o negócio.

 Representante do atacante estará em Portugal nesta segunda para definir a situação. A expectativa do estafe do atleta é de que o destino dele seja conhecido até terça-feira.

Nas últimas semanas, intermediários ofereceram André, em má fase no Corinthians, para vários times europeus. Inicialmente, a posição da direção alvinegra era de negociar André apenas se contratasse outro jogador para a posição. Porém, neste domingo, o clube informou que retirou o jogador da lista de relacionados para a partida com o Vitória, nesta segunda, após conversar com o atleta. Por enquanto, nenhum reforço para o ataque foi anunciado.

Já é dado como certo entre quem cuida da carreira da André que ele irá se transferir para o futebol português, resta saber em qual dos dois times. As partes envolvidas não revelam os valores das negociações.

 


Neymar evolui na seleção olímpica, mas regride diante dos microfones
Comentários 35

Perrone

Na Rio-2016, o desempenho de Neymar com a camisa da seleção brasileira evoluiu em relação às competições mais recentes. O craque do Barça chegou ao seu auge com a amarelinha. Porém, fora das quatro linhas, ao dar entrevistas, ele regrediu a ponto de se comportar como Dunga e Zagallo.

Em campo, Neymar foi maestro, garçom, homem dos gols decisivos, não levou cartão vermelho e nem se machucou. Ainda abraçou Gabriel Jesus, como um líder da seleção nacional deve fazer. Tudo isso ajudou a estampar sua cara na inédita medalha dourada do Brasil no futebol olímpico.

Depois de cobrar o pênalti que derrubou os alemães, era hora de Neymar comemorar. E não é que ele manda um “vão ter que me engolir” em entrevista para a Globo, relembrando frase histórica de Zagallo?

Desceu vários degraus em relação a 2014, quando foi brilhante com os microfones em entrevista na Granja Comary depois do 7 a 1 diante da Alemanha, dando aula para Felipão e Carlos Alberto Parreira, que se enrolaram em suas explicações.

Neymar já tinha sido duro com críticos na fase de preparação para a Olimpíada e no começo medonho da seleção na competição. Parece ter incorporado definitivamente o estilo Dunga. Aquela história de eu contra todos. É direito dele rebater as críticas como quiser. E se esse clima bélico vira combustível em campo, é possível que funcione. Ele só não pode errar na dose para evitar o risco de criar crises que afetem o time inteiro.


Por ouro, seleção foi de amontoado de jogadores a time forte coletivamente
Comentários 5

Perrone

Para conquistar o inédito ouro olímpico, a seleção brasileira se transformou de um amontoado de jogadores que se apresentou nos empates contra África do Sul e Iraque numa equipe forte coletivamente. Um time que apesar do gol de falta de Neymar e da decisiva cobrança de pênalti na final deste sábado contra a Alemanha, após empates em um gol nos 90 minutos e por 0 a 0 na prorrogação, não depende só dele. O astro do Barça foi decisivo na medida certa.

A atuação mais insinuante dos novos campeões olímpicos foi na vitória sobre a Dinamarca. Naquele jogo Neymar foi o maestro atuando mais longe do gol adversário e sendo o garçom dos sonhos para Gabriel Jesus, Gabigol e Luan.

A vaga na final foi conquistada diante da frágil Honduras com fartura de lançamentos e infiltrações numa área cheia de espaços.

E neste sábado, a equipe de Rogério Micale comprovou ser capaz de se moldar conforme o adversário. Não tem só um jeito de jogar. Soube trocar passes com calma para esperar por espaços na defesa alemã, acelerou o jogo quando necessário, e se fechou com perfeição nas subidas alemãs. Equilibrou a partida diante de um adversário repleto de jogadores promissores.

No final, o Brasil pode comemorar, além do ouro na Rio-201 6, o fim de uma incômoda série de vexames, a demonstração de que a seleção é capaz de ser forte taticamente e aproveitar jogadores talentosos ao mesmo tempo e uma safra com potencial para ser útil ao time principal. São nomes como Luan, Gabriel Jesus, Gabigol, Walace, Zeca, Douglas Santos e Marquinhos, companheiros à altura de Neymar, Renato Augusto e Weverton. Rogério Micale mostrou ter seu valor fazendo a equipe evoluir muito com um variado cardápio tático, mas ainda tem uma longa estrada pela frente antes de pensar em assumir a prancheta que hoje é de Tite.


Opinião: seleção feminina é raro acerto da CBF
Comentários 14

Perrone

Apesar de sair da Rio-2016 sem medalha, a seleção brasileira de futebol feminino mostrou nos Jogos ser um raro acerto da dupla formada Marco Polo Del Nero e José Maria Marin, hoje cumprindo prisão domiciliar nos Estados Unidos, na CBF.

A decisão de montar uma equipe permanente, aliada a um treinador experiente (Vadão) no masculino sob a coordenação do também calejado Marco Aurélio Cunha fez a equipe dar um salto de qualidade.

As meninas mostraram em alguns momentos capacidade tática digna do futebol masculino e na primeira fase não dependeram apenas de Marta para superar adversárias difíceis.

A chance da disputa do ouro foi desperdiçada nas cobranças de pênalti contra a Suécia, num mata-mata equilibarado. E o bronze foi perdido diante de um rival que foi bem superior taticamente, o Canadá, que venceu por 2 a 1.

Mas o saldo foi positivo não só pela evolução, mas também pela empatia entre jogadoras e torcida, que abraçou como nunca o time feminino.

O trabalho da CBF agora é não desperdiçar o que foi alcançado até aqui e, principalmente, aproveitar o apoio dos torcedores para tentar fazer o esporte, enfim, embalar no Brasil.